Desenvolvido por:

(88) 9 9776 7362

© 2016 por "Fortaleza Sempre". Orgulhosamente criado com Go Gestor

AMÉRICA X FORTALEZA - PRENÚNCIO DE JOGO EQUILIBRADO

 

A Série C continua no seu grupo A,  de certa forma instável, tendo em vista que alguns clubes não mantém a regularidade esperada. Comecemos pelo ASA, que bateu o Remo fora de casa e que cedeu um empate ao Salgueiro, nos seus domínios.  Para os especialistas o empate ficou dentro da normalidade, vez que o favorito para esse jogo era o time pernambucano, sendo o empate a segunda opção.

 

Temos depois a performance do Remo, que havia perdido para o ASA em casa e que no confronto com o River não era o favorito, vez que possibilidade de siar vitorioso no confronto, segundo os matemáticos era apenas de 20%. Fez um partida contra o time piauiense em que os goleiros foram os responsáveis diretos pelos dois primeiros gol.

 

O Remo saiu na frente beneficiando-se de uma falha do goleiro riverino, mas o goleiro Fernando Henrique, em solidariedade ao colega, cometeu uma lambança na reposição de bola protagonizando um erro elementar Ao repor a bola com a mão fora da área. Marcada a falta o Tote converteu empatando a partida e não dando tempo a Remo e comemorar a vantagem..

 

O River pressionou muito, colocou bola na trave e por muito pouco não ganhou o jogo e foi castigado. Numa roubada de bola esta foi cruzada com precisão e o estreante Edno de cabeça deu a vitória ao time paraense, placar que de certa forma foi injusto, posto que o empate seria um resultado que premiaria o esforço do River e o equilíbrio da partida.

 

O empate seria, inclusive, o resultado melhor para o Fortaleza, isto porque nenhum dos dois times avançaria tanto na tabela. O Remo, mercê dessa vitória tem os mesmos quatro pontos do Tricolor, perdendo no saldo de gols, 2 positivos do Fortaleza contra 1 negativo do clube paraense.

 

Outro resultado ruim para o Fortaleza foi a vitória do Botafogo (PB) sobre o ABC, dentro do esperado, posto que, o time paraibano, de acordo com os matemáticos era o favorito para vencer o prélio, contando com 48 de probabilidades de sair vencedor, prognóstico que se confirmou. Mercê desse resultado o Botafogo assumiu a segunda colocação, tirando o Fortaleza do posto e o mandando para a quinta colocação e fora do G-4.

 

O Cuiabá foi outro que contribuiu para que o Fortaleza saísse do G-4, mediante a sua vitória avassaladora sobre o frágil Confiança que, por enquanto, amarga a lanterna do Grupo A. Para esse confronto, na ótica dos especialistas,  o time sul-mato-grossense era o favorito, vez que contava com 37% de chances de sair vencedor.  Nessa rodada os matemáticos estão conseguindo um nível mais elevado de acertos.

 

O Fortaleza a partir das 20 horas o forte América que, com 100% de aproveitamento é o líder do grupo com 6 pontos, mesma pontuação do Botafogo, mas com um jogo a menos, mesmo caso do Fortaleza, uma vez que os dois encerram a terceira rodada.  O Fortaleza vai para esse jogo com dois grandes desfalques. O primeiro e que pode ser o mais sentido, o do Lima que, com uma fissura em uma das vértebras desfalcará o time por cerca de 20 dias

 

Um desfalque e tanto, visto que o Lima se firmou de vez como o titular da zaga central e vinham tendo excelente desempenho. A nossa expectativa é de que o Elivelton justifique a sua contratação dando conta do recado e num jogo da mais elevada importância para o Tricolor, haja vista que pode valer a liderança.  O Elivelton praticamente não teve oportunidade sendo uma grande incógnita. Essa será a sua chance de ouro. Oxalá não desperdice!

 

O outro desfalque, que independeu da vontade do técnico, da comissão técnica e da diretoria, diz respeito à transferência inopinada, ou repentina do Jean Mota para o Santos que era inevitável e parte do jogo do Mercado, vez que o time paulista, ao que consta pagou a multa rescisória, credenciando-se a levar o jogador. Não adianta agora chorar o lei derramado o marquinhos terá que arranjar um substituto à altura e o candidato é o Daniel Sobralense.

 

O Daniel tecnicamente não merece reparos, posto que, no meu parco entendimento, tem futebol para ser titular do Fortaleza. Dois problemas, no entanto o perseguem: a balança e a aparente falta de disposição de luta, exatamente os problemas que não tinha o Jean Mota. ´R outro que tem que agarrar a oportunidade, mas para se firmar tem que demonstrar mais ração, empenho e força de vontade. Não pode deixar a alma fora do campo.

 

Para essa partida e vamos torcer para que os especialistas continuem acertando, o Fortaleza é o favorito com 42% de chance de sair vencedor, ficando 24% para o empate e 34% para o América que, no meu ponto de vista, contrariando os matemáticos, em função do fator campo leva um leve favoritismo. No meu ponto de vista o empate não é um resultado que possa ser desprezado.

 

Os dois últimos confrontos ente os dois clubes ocorreram na Série C de 2015.  Em casa o Fortaleza venceu por 1 x 0 e fora de casa empatou em 0 x 0, apresentando um desempenho de 67%. Claro que as estatísticas são apenas um balizamento para nos dizer que, com pequenas exceções aqui e ali América e Fortaleza sempre fizeram jogos muito equilibrados, que é exatamente o que antevemos para o confronto de logo mais.

 

Efemérides – Em 6 de junho de 1937 – Fortaleza 6 x 3 Ceará. (Campeonato Cearense).

 

 

Por hoje c’est fini.

 

 

Please reload

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Instagram Social Icon
POR TRÁS DO BLOG
Advíncula Nobre

Advíncula Nobre, colaborava com o site Razão Tricolor e quando esse encerrou, passei a colaborar com os Leões da Caponga, que também encerrou as atividades, quando então ainda residindo em Guarabira (PB), resolvi criar o site para publicar a Coluna do Nobre, que eu já publicava no Leões da Caponga. Isso aconteceu há cerca de 11 (onze) anos. Sou formado em História pela Universidade Estadual da Paraíba, turma de 1989 e funcionário aposentado do Banco do Brasil. Torço pelo Fortaleza Esporte Clube desde Outubro de 1960 e comecei a frequentar o Estádio Presidente Vargas, na condição de menino pobre na "hora do pobre". O estádio abria 15 minutos antes do término da partida para que os menos favorecidos tivessem acesso. Foi assim que comecei a torcer pelo Fortaleza. Morei em Guarabira (PB) por 27 anos e sempre vinha assistir a jogos do meu time. Guarabira (PB) dista 85 Km de João Pessoa capital Paraíbana e 650 km de nossa cidade Fortaleza (CE). Também morei em Patos (PB), Pau dos Ferros (RN), Nova Cruz (RN) União (PI) e Teresina (PI). Também cursei Administração de Empresas e Direito, em virtude de transferências, não terminei essas duas faculdades. Era o meu emprego e o pão de cada dia ou as faculdades.