Desenvolvido por:

(88) 9 9776 7362

© 2016 por "Fortaleza Sempre". Orgulhosamente criado com Go Gestor

HOJE TEREMOS A PRIMEIRA DEFINIÇÃO PARA A SÉRIE B 2017

 

Enfrentaremos um grande clube,  o Juventude, que tem atuado melhor fora de casa do que nos seus próprios domínios, situação que deve ser bem observada e deve deixar em estado de alerta os profissionais responsáveis pelos levantamentos de dados logísticos no Fortaleza que, num jogo decisivo como este não pode cochilar.

 

O Juventude, enquanto visitante, ao lado do Guarani,  tem a melhor campanha da Série C, com 15 pontos conquistados, frutos de 4 vitória e 3 empates. Para que tenhamos uma ideia o Fortaleza, enquanto visitante conseguiu apenas a terceira posição no seu grupo, com apenas 10 pontos conquistados.

 

Na condição de visitante o time gaúcho marcou 15 gols, dos quais 5 assinalados sobre os saco de pancadas do grupo o Guaratinguetá, mas mesmo assim apresenta um índice de 1,66 gols por jogo que é muito bom.

 

São dados que devem deixar a nossa defesa de sobreaviso,  exigindo do técnico Hemerson Maria providências e cuidados especiais, principalmente por se tratar de uma equipe que sai com muita velocidade e competência, da defesa para o ataque, especialmente pelo lado esquerdo.  

 

O Juventude tem o seu forte no meio de campo, onde se sobressaem o Bruninho, um volante moderno que defende e ataca coma a mesma intensidade e o Roberson, que faz o time jogar e que, além do mais, se apresenta com muita frequência no ataque, sendo um emérito finalizador.

 

Corroborando com o que estamos afirmando os artilheiros da equipes são o atacante Hugo e o meia Roberson, com 6 gols cada e o meia Wallace com 4 gols, para os quais o sistema defensivo do tricolor deve ficar atento e para tanto tem que prender pelo menos um volante objetivando visar as investidas desses jogadores..

 

Alguém pode dizer que estamos fazendo guerra de nervos e apresentando o Juventude como uma equipe mais forte do que realmente ela o é. Nada disso. Estamos apontando os pontos fortes do time, que  se funda e se alicerça na robustez e  na eficiência ofensiva, para que o treinador do Fortaleza e a comissão técnica, possam se preparar estrategicamente visando neutralizar as investidas do adversário, reconhecidamente muito perigoso.

 

Não acredito, no entanto, que o Juventude enfrente o Fortaleza de peito aberto, como fez em outras partidas, contra outros adversários. Acredito que será um time precavido, que buscará eventualmente a vitória em cima de um erro do nosso sistema defensivo.  Com cuidado, persistência e garra e por ter uma equipe tecnicamente mais consistente chegaremos onde queremos. Se Deus quiser.

 

O Juventude sofrerá uma quebra considerável no seu meio de campo, vez que o Juninho, que tanto trabalho deu ao Fortaleza, como companheiro do Roberson na organização das jogadas, sofreu um estiramento muscular e por conseguinte ficará fora da partida. O volante Vacaria, que é o cão de guarda do setor defensivo, também desfalcará o time em razão de ter recebido o terceiro cartão amarelo.

 

A decisão por vaga na Série B já tem uma definição hoje com o embate entre ABC X Botafogo de São Paulo às 19 horas no Frasqueirão. O jogo terminando em 0 x 0 a decisão irá para os pênaltis e qualquer empate diferente deste placar, assim como a vitória simples classificará o Botafogo. Ao ABC só interessa a vitória.

 

O ABC, na condição de mandante está invicto na Série C. Foram 6 vitórias e 3 empates que lhes garantiram 21 pontos concernentes a um percentual de desempenho de 77,7%.  Marcou 16 gols e sofreu 5, apresentando um saldo positivo de 11 gols. São credenciais que colocam o time norte-rio-grandense como um dos favoritos à ascensão.

 

O Botafogo, enquanto visitante, tem uma campanha avaliada apenas como razoável, vez que conquistou 11 pontos, relativos a 2 vitórias e 5 empates, configurando-se entre as equipes que mais empataram fora de casa. Marcou 12 gols e sofreu 6, apresentando um saldo positivo de 6 gols. Ostenta um percentual de desempenho de 40,7%.

 

O desconto que tem que ser dado, quando falamos em artilharia,   é que nesses gols do Botafogo têm 5 x 0 sobre o fraco Guaratinguetá, o saco de pancadas do grupo e que garantiu excelência no desempenho ofensivo de todos os clubes. Em face da fraqueza de alguns clubes do Grupo B, os que me acompanham sabem que sempre defendi a premissa de que o Grupo A era mais equilibrado, em razão da tradição da maioria dos seus componentes, hipótese que espero ardentemente se confirme nos jogos de volta, especialmente com relação ao Fortaleza.

 

Por hoje c’est fini.

 

 

 

Please reload

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Instagram Social Icon
POR TRÁS DO BLOG
Advíncula Nobre

Advíncula Nobre, colaborava com o site Razão Tricolor e quando esse encerrou, passei a colaborar com os Leões da Caponga, que também encerrou as atividades, quando então ainda residindo em Guarabira (PB), resolvi criar o site para publicar a Coluna do Nobre, que eu já publicava no Leões da Caponga. Isso aconteceu há cerca de 11 (onze) anos. Sou formado em História pela Universidade Estadual da Paraíba, turma de 1989 e funcionário aposentado do Banco do Brasil. Torço pelo Fortaleza Esporte Clube desde Outubro de 1960 e comecei a frequentar o Estádio Presidente Vargas, na condição de menino pobre na "hora do pobre". O estádio abria 15 minutos antes do término da partida para que os menos favorecidos tivessem acesso. Foi assim que comecei a torcer pelo Fortaleza. Morei em Guarabira (PB) por 27 anos e sempre vinha assistir a jogos do meu time. Guarabira (PB) dista 85 Km de João Pessoa capital Paraíbana e 650 km de nossa cidade Fortaleza (CE). Também morei em Patos (PB), Pau dos Ferros (RN), Nova Cruz (RN) União (PI) e Teresina (PI). Também cursei Administração de Empresas e Direito, em virtude de transferências, não terminei essas duas faculdades. Era o meu emprego e o pão de cada dia ou as faculdades.