Desenvolvido por:

(88) 9 9776 7362

© 2016 por "Fortaleza Sempre". Orgulhosamente criado com Go Gestor

LANÇADA A CHAPA ALCIDES SANTOS PARA O CONSELHO DE ÉTICA

31 Oct 2016

 

Estamos lançando uma chapa para o Conselho de ética, denominada de Chapa Alcides Santos, numa homenagem justa ao maior benfeitor do futebol cearense em todos os tempos, o qual, entre outros atos, doou o Campo do Alagadiço ao Fortaleza e o Campo do Prado à Federação Cearense, os quais não foram conservados, por motivos que, no momento desconhecemos. Vamos pesquisar.

 

Os componentes da chapa são: Advíncula Nobre (esse amigo de vocês), Araújo Coração de Leão,   Otaviano Ribeiro, Renato Bonfim e Dr. Júlio César Ribeiro Maia. Todos são conselheiros de quatro costados, embora eu me considere o menos importantes der todos, mas sempre um soldado tricolor disposto a servir ao clube.

 

Em eleito sendo, eleitos primaremos pela ética, pela retidão e pela defesa do patrimônio do Fortaleza o que, naturalmente,  inclui a sua marca, um patrimônio intangível e, portanto, de valor incomensurável.

 

Essa chapa faz duas homenagens que consideramos como da  mais elevada monta. A primeira ao Alcides Santos, por tudo que representa para o Fortaleza, que não existiria se não fosse a sua brilhante ideia de fundá-lo, o qual se transformou num dos maiores clubes do futebol brasileiro e um dos mais laureados do futebol cearense.

 

A segunda homenagem, das mais justas está sendo prestada ao Renato Bonfim, conselheiro tricolor há mais de 50 anos sendo, pois, o mais antigo conselheiro do clube, seguramente um exemplo para todos nós e, quiçá, um dos mais antigos do Brasil e um homem de conduta ilibada que, assim como o Alcides Santos merece todos os nossos encômios. Contamos com o apoio dos sócios tricolores.

 

A média de público na Copa do Brasil é de 6.363 pagantes, com ocupação de 23% da capacidade dos estádios.

O Ranking por equipes é:

1º - Palmeiras -  27.251

2º - Fortaleza – 25.022

3 – Atlético Mineiro – 23.130

4 – Cruzeiro – 22.252.

5 – Corinthians – 19.705

6 - Grêmio – 18.396

O Fortaleza não mais poderá ser superado pelo Corinthians, que já saiu da disputa, podendo ser sobrepujado por Atlético Mineiro, Cruzeiro e Grêmio, que ainda estão no páreo. Como as fases serão eliminatórias o Tricolor já tem garantida, no mínimo, a quarta posição em público na Copa do Brasil do ano em curso. Vou apostar na terceira posição.

 

Aquele programa de televisão bem acolá, para usar uma expressão do seu âncora, que entra em cadeia com a rádio e que se diz polêmico, imparcial, defensor da verdade e da ética e que não é nada disso, vem defendendo nas entrelinhas e de forma velada, através do seu mais renomado comentarista, a inclusão do Ceará na Copa do Nordeste, supostamente por imposição do Uniclinic.

 

A pergunta que não quer calar é esta:

Como é que um programa que se autointitula de  e paladino da verdade  defende falcatruas e tramoias? Nem Freud explica. Não somos nós quem diz, mas a imprensa em geral afirma  que houve negociata que,  em sendo verdade,  os envolvidos, tanto corruptor como corrompidos,  deveriam ser punidos severamente, isto se estivéssemos evidentemente num país sério.

 

A negociata, ao que consta, envolvia a cota, uma vez que o Uniclinic declarou publicamente, conforme noticiário amplo da imprensa, que não abriria mão da mesma,  o que subtende que o Ceará lhe repassaria a importância de RS. 550.000,00, preço da sua desistência.

 

Na Itália, ou noutro país europeu, se provado fosse, os autores dessa maracutaia estariam rebaixados para última das divisões dos seus respectivos campeonatos e banidos por alguns anos da Copa do Nordeste. Ah! Mas entre o Brasil  e a Itália existe um oceano, tanto de água como de princípios.

 

Não gosto de falar da Série B, entretanto, abrirei uma exceção, tendo em vista que estamos no seu afunilamento e ao que parece, ao ser derrotado ontem por 3 x 1 e de virada, o nosso rival deu adeus ao sonho da ascensão, que só acontecerá por um milagre, isto porque te, três jogos fáceis em casa, e dois muito difíceis, contra concorrentes diretos, que são o Vasco e o Criciúma.

 

Não terá o time de Porangabussu, a “sorte” que teve no ano passado, quando enfrentou um Botafogo já classificado e que “se desinteressou” pelo jogo.  Enfrentará na 35ª rodada um Criciúma, provavelmente ainda lutando pela ascensão e na última rodada um Vasco brigando pela primeira colocação e quiçá pelo título, de modo que não terá moleza pela frente.

 

Não tenham dúvidas de que estamos analisando o caso com a maior isenção de ânimos possível para dizer que, matematicamente, em se considerando os últimos cinco anos, o nosso rival ainda tem chances, isto porque, e, ganhando todos os jogos chegará a 62 pontos e em 2014 o q1uarto subiu com essa pontuação e já houve ascensão até com menos pontos, a exemplo de 2013 com 60 e 2011 com 61.

 

Para subir o Ceará terá que ganhar todos os jogos e torcer para que o Náutico não faça mais 8 pontos em 15 possíveis. O Náutico que tem 54 pontos ou um coeficiente de desempenho de 54% basta manter a média, pois 54% aplicados em 15 pontos redundam exatamente em oito pontos.

 

Terá que torcer também, para que Bahia e Londrina, ambos com 53 pontos não façam nove pontos nos quinze restantes. Bahia e Londrina têm 53 pontos cada e terão que elevar o desempenho nessa reta final, em querendo lutar para a classificação terão que elevar o percentual de desempunho para 60%.

 

O Náutico tem dois um confrontos diretos, com CRB e Avaí, ambos fora de casa. O Bahia tem apenas um confronto direto, também fora de casa, contra o Atlético Goianiense e o Ceará tem dois confrontos diretos, ambos fora de casa, contra Criciúma e Vasco. Subtende-se que dos três times, Náutico e Ceará tem a situação mais difícil.

 

O CRB, com 49, tem chances  mais remotas, vez que para 62 faltam 13 pontos, mas tem a seu favor o fato de ter apenas um confronto direto contra o Náutico e nos seus domínios.  Criciúma e Ceará, ambos com 47 pontos e faltando 15 para 62, que é a média de pontos para o quarto colocado, precisam vencer os cinco jogos e torcerem por uma combinação de resultados, contudo, em razão dos confrontos diretos em chegando a esse número podem alimentar esperanças.

 

Por hoje c’est fini.

Please reload

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Instagram Social Icon
POR TRÁS DO BLOG
Advíncula Nobre

Advíncula Nobre, colaborava com o site Razão Tricolor e quando esse encerrou, passei a colaborar com os Leões da Caponga, que também encerrou as atividades, quando então ainda residindo em Guarabira (PB), resolvi criar o site para publicar a Coluna do Nobre, que eu já publicava no Leões da Caponga. Isso aconteceu há cerca de 11 (onze) anos. Sou formado em História pela Universidade Estadual da Paraíba, turma de 1989 e funcionário aposentado do Banco do Brasil. Torço pelo Fortaleza Esporte Clube desde Outubro de 1960 e comecei a frequentar o Estádio Presidente Vargas, na condição de menino pobre na "hora do pobre". O estádio abria 15 minutos antes do término da partida para que os menos favorecidos tivessem acesso. Foi assim que comecei a torcer pelo Fortaleza. Morei em Guarabira (PB) por 27 anos e sempre vinha assistir a jogos do meu time. Guarabira (PB) dista 85 Km de João Pessoa capital Paraíbana e 650 km de nossa cidade Fortaleza (CE). Também morei em Patos (PB), Pau dos Ferros (RN), Nova Cruz (RN) União (PI) e Teresina (PI). Também cursei Administração de Empresas e Direito, em virtude de transferências, não terminei essas duas faculdades. Era o meu emprego e o pão de cada dia ou as faculdades.