Desenvolvido por:

(88) 9 9776 7362

© 2016 por "Fortaleza Sempre". Orgulhosamente criado com Go Gestor

CÉSAR SAMPAIO: GOSTO DE COISAS DIFÍCEIS

 César Sampaio - Novo Executivo Tricolor

 

Dia importante em termos de eleição vez que, conforme o Edital de Convocação das Eleições do Fortaleza, no dia de hoje será divulgada e disponibilizada para todos os candidatos a lista contendo a relação de sócios torcedores aptos a votarem, com os respectivos dados que possibilitem o contrato por parte dos candidatos se assim o desejarem. Esperamos que a partir de agora a imprensa marrom, que no meu ponto de vista é multicor, deixe de criticar a atual diretoria, tendo em vista que o estabelecimento desta data tinha uma finalidade específica.

 

A Comissão Eleitoral, seguindo o comportamento de praxe posto em prática na eleição anterior, realizada nos moldes do novo estatuto, tinha o intuito de oferecer melhores condições para que a Diretoria financeira pudesse se preparar para emitir a listagem sem possibilidade de erros e de reparos. O Fortaleza, por sua vez, aproveitou esse interstício para dar uma oportunidade ao quadro de sócios que estivesse inadimplente, mas que preenchesse os requisitos para votar, para que pudesse acertar as suas pendências financeiras com o clube.

 

Acreditamos que pela importância e notoriedade que o pleito assumiu muita gente tenha aproveitado para se credenciar a participar do mesmo, abrilhantando mais ainda essa verdadeira festa da Democracia, embora ainda exista corrente na imprensa que prefira o modelo antigo, do chamado voto de curral, em que cerca de uma centena de sócios decidiam os destinos do clube. Viva a Democracia!

 

O Fortaleza estará no Grupo 10 da Copa São Paulo de Juniores, com sede em Limeira (SP). Os adversário do Leão serão a Independente de Limeira, o Botafogo de Ribeirão Preto e o Rio Branco de Americana, todos do interior paulista. A competição terá início no dia 3 de Janeiro e se encerra no dia 25 do mesmo mês.

 

Como vemos não existem medalhões na chave do Fortaleza, contudo não esperemos facilidades, isto porque esses times pequenos do interior paulista costumam ser barrigas de aluguel de empresários que, de forma profissional chegam com aporte financeiro nesses clubes investindo nas suas categorias de base com os fins de exportação de jovens valores, tanto é que temos grandes craques que atuam no exterior e que jamais vestiram a camisa de um clube brasileiro. Acreditamos que os adversários do Fortaleza façam parte desse grupo.

 

O Fortaleza se classificou para a fase seguinte da Copa do Nordeste Sub-20, ao vencer o vitória por 3 x 0, num resultado de certa forma inesperado, tendo em vista que o Tricolor não enfrentou um clube qualquer, mas o Vitória, que é quem mais investe em categorias de Base no Nordeste.

 

Ressalte-se ainda que o Tricolor se classificou de forma invicta num grupo dos mais duros do certame que contava, além do Fortaleza, com o anfitrião, o CRB e o próprio Vitória e ainda tendo o Imperatriz, que é referência em investimentos nas categorias de base no Maranhão. Por essa razão parabenizamos a todos que militam nas categorias de base do Fortaleza, especialmente o Jario Vieira, o coronel Mota e o treinador Evandro Forte. Pode não ser o campeão, mas deu um salto gigantesco em direção ao título.

 

A respeito da sua contratação pelo Fortaleza o executivo César Sampaio deu a seguinte entrevista ao Globo Esporte: “"Eu conversei com três pessoas antes: o Alexandre (Borges, candidato à presidência) me ligou primeiro depois o Jorge e o Ênio. Conversei com o Léo Franco (ex-gerente de futebol do Tricolor), com o Hemerson Maria (ex-técnico) e com Daniel Frasson (ex-jogador). Eu gosto de coisas difíceis. Eu joguei muitas vezes contra o Fortaleza, a gente entende a grandeza e ansiedade do torcedor. É uma causa que abracei. A minha intenção é ajudar o Fortaleza", garantiu”.

 

Todos os candidatos declaram peremptoriamente que desejam um Fortaleza forte e competitivo para o ano de 2017 pensamento que se coaduna com os anseios da Nação Tricolor, na qual nos incluímos, posto que, antes de sermos apresentadores ou de eventualmente exercermos qualquer cargo nos órgãos tricolores somos torcedores e sofremos como qualquer um com as derrocadas e insucessos que parecem tirar um pouquinho de cada um de nós.

 

Isto posto defendemos a premissa de que o atual presidente dispõe de prerrogativas estatutárias para adotar as medidas necessárias para que o Fortaleza não venha a sofrer solução de continuidade e dentre elas, as mais urgentes passam pela contratação de um executivo do futebol,  palavra usual com a qual é cognominado o  antigo gerente de futebol, com um pequena diferença vez que o Executivo do Futebol, a exemplo do Marco Aurélio, do São Paulo, tem mais poderes para decidir. Tem status de diretor.

 

Desse modo nenhum candidato, que apregoa aos quatro ventos que quer a grandeza do Tricolor pode reclamar se o atual presidente, usando dos poderes que o cargo lhe confere até o dia 03 de dezembro, comece a formatar o Fortaleza de 2017, o que tem de ser feito passo a passo, porém com a celeridade que o caso requer.

 

O primeiro passo já foi dado, a contratação do executivo; o segundo deve passar pela aquisição de um treinador, para que os dois, ombreados à diretoria possam iniciar a formatação do elenco tricolor para 2017, que tem pressa, posto que, além dos feriados e “imprensados” de fim de ano, que são muitos, já no dia 8 de janeiro o Fortaleza tem uma partida decisiva pela Copa dos Campeões e na semana seguinte estará se iniciando o campeonato.

 

Os que criticam a atuação do Jorge Mota não estão pensando verdadeiramente no Fortaleza e nas suas dificuldades e sim em questiúnculas eleitoreiras que têm como fito influir na decisão do colégio eleitoral, numa atitude que jamais será própria de um verdadeiro tricolor. Em tudo isso o Fortaleza deve ficar em primeiro plano, o que, ao que parece,  não vem ocorrendo.

 

Por hoje c’est fini.

 

 

 

Please reload

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Instagram Social Icon
POR TRÁS DO BLOG
Advíncula Nobre

Advíncula Nobre, colaborava com o site Razão Tricolor e quando esse encerrou, passei a colaborar com os Leões da Caponga, que também encerrou as atividades, quando então ainda residindo em Guarabira (PB), resolvi criar o site para publicar a Coluna do Nobre, que eu já publicava no Leões da Caponga. Isso aconteceu há cerca de 11 (onze) anos. Sou formado em História pela Universidade Estadual da Paraíba, turma de 1989 e funcionário aposentado do Banco do Brasil. Torço pelo Fortaleza Esporte Clube desde Outubro de 1960 e comecei a frequentar o Estádio Presidente Vargas, na condição de menino pobre na "hora do pobre". O estádio abria 15 minutos antes do término da partida para que os menos favorecidos tivessem acesso. Foi assim que comecei a torcer pelo Fortaleza. Morei em Guarabira (PB) por 27 anos e sempre vinha assistir a jogos do meu time. Guarabira (PB) dista 85 Km de João Pessoa capital Paraíbana e 650 km de nossa cidade Fortaleza (CE). Também morei em Patos (PB), Pau dos Ferros (RN), Nova Cruz (RN) União (PI) e Teresina (PI). Também cursei Administração de Empresas e Direito, em virtude de transferências, não terminei essas duas faculdades. Era o meu emprego e o pão de cada dia ou as faculdades.