Desenvolvido por:

(88) 9 9776 7362

© 2016 por "Fortaleza Sempre". Orgulhosamente criado com Go Gestor

GIRÃO - A FAMÍLIA QUE MAIS DOOU PRESIDENTES AO FORTALEZA, QUATRO, E TODOS JOSÉS.

 Luiz Eduardo Girão - Futuro presidente tricolor

 

As eleições do Fortaleza tiveram o seu horário de término antecipado, das 15 horas para as 13, de forma que os sócios tricolores terão agora somente 4 horas para votar, isto porque o início do pleito dar-se-á às 9 horas, do próximo sábado, dia 10 do corrente. Como não há disputa e o consequente acirramento de ânimos, próprios dos pleitos eleitorais, acreditamos que   esse encurtamento de duas horas não trará maiores consequências.

 

Seria um tempo exíguo se não fosse chapa única, de modo que a decisão da Comissão Eleitoral tem fulcro no fato de que os candidatos a serem sufragados viajarão para Cuiabá, para assistirem o importante jogo do Tricolor contra o time do mesmo nome, imediatamente após o pleito, cujos horários entraram em conflito. Decisão acertada e coerente.

 

Estive com o futuro presidente tricolor, Luiz Eduardo Granjeiro Girão e da conversa saí com as melhores impressões e com o sentimento de que o Fortaleza estará em boas mãos, tanto por ele como pelos demais componentes da chapa. Trata-se de uma pessoa carismática, comedida e ponderada, um gentleman e, sobretudo muito fleumático, sem falar da religiosidade latente e da aura de confiança que consegue transmitir.

 

Pelo que depreendemos estamos diante de um presidente, o quarto da  família Girão, à qual tenho a honra de pertencer, da parte da minha mãe, Francisca Grasiela Girão Nobre. Os três primeiros foram José Girão de Oliveira, José Girão Frota e José William Girão Frota.

 

Temos assim a família que mais doou presidentes ao Fortaleza e, por coincidência todos de nome José. Historicamente, e pretendo me aprofundar mais, lembrando José do Egito, os nossos José, têm chegado ao Fortaleza nos tempos das vacas magras.

 

Esperamos que com a assunção à presidência, do José Eduardo Girão tenhamos o início de pelo menos sete anos de fartura e de conquistas e que façamos uma passagem tranquila pelo Mar Vermelho, representado pela Série C. Este não é apenas um desejo meu e da torcida, mas o meu vaticínio.

 

O Pedro carmona foi apresentado oficialmente hoje na Sala de Imprensa Carlos Rolim Filho, nesta que, indubitavelmente se constitui na melhor contratação do Fortaleza no ano em curso. Não é um medalhão, na verdadeira acepção da palavra, mas é um grande jogador, que tem uma história impecável no futebol brasileiro e que, por certo, nos dará muitas alegrias.

 

O Atleta não vinha jogando e certamente necessitará de um espaço de tempo, que não será muito longo, cerca de duas semanas, para se recondicionar e ficar à disposição do Paulo Bonamigo, que passará a ter aquela dor de cabeça, que todo treinador quer ter, em termos de escalação do time.

 

Não gosto de me imiscuir em escalações, mas o Bonamigo passa a ter mais opções táticas, até porque o Jô foi outro que surpreendeu positivamente. Vemos assim um leque de possibilidades do meio para frente. A primeira alternativa será a usual: Dois volantes, dois meias e dois atacantes.

 

A segunda mais ousada e que alguns treinadores, especialmente na Europa, vêm usando muito: Um volante fixo; dois meias, que voltam para recompor, lembrando um pouco o Barcelona e três atacantes. Essa formação viria a calhar com o Anderson Uchoa, o Adenilson, que também volta para marcar e o Carmona. Na frente o Jô e o Hiago bem abertos e o Lúcio centralizado.

 

A terceira, seria mais conservadora e da qual eu nem gosto muito: Três volantes, uma meia e dois atacantes. Por enquanto não sou favorável pelo fato de não termos alas, posto que a falta de um meia tem que ser suprida pelos laterais transformados em alas. Numa variação desse sistema,  um dos volantes tem que se aproximar do meia para auxiliá-lo na organização da jogadas, Esse volante nós temos, o Adenilson.

 

Por fim, ao que tudo indica, o Adalberto está mais próximo do Fortaleza. A bem da verdade não sabemos a quantas andam as negociações, contudo o jogador conseguiu no Ministério do Trabalho uma liminar que o desvincula do Náutico e se as negociações iniciais forem confirmadas e mantidas, a qualquer momento   poderá chegar ao Pici.

 

Por hoje c’est fini.

Please reload

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Instagram Social Icon
POR TRÁS DO BLOG
Advíncula Nobre

Advíncula Nobre, colaborava com o site Razão Tricolor e quando esse encerrou, passei a colaborar com os Leões da Caponga, que também encerrou as atividades, quando então ainda residindo em Guarabira (PB), resolvi criar o site para publicar a Coluna do Nobre, que eu já publicava no Leões da Caponga. Isso aconteceu há cerca de 11 (onze) anos. Sou formado em História pela Universidade Estadual da Paraíba, turma de 1989 e funcionário aposentado do Banco do Brasil. Torço pelo Fortaleza Esporte Clube desde Outubro de 1960 e comecei a frequentar o Estádio Presidente Vargas, na condição de menino pobre na "hora do pobre". O estádio abria 15 minutos antes do término da partida para que os menos favorecidos tivessem acesso. Foi assim que comecei a torcer pelo Fortaleza. Morei em Guarabira (PB) por 27 anos e sempre vinha assistir a jogos do meu time. Guarabira (PB) dista 85 Km de João Pessoa capital Paraíbana e 650 km de nossa cidade Fortaleza (CE). Também morei em Patos (PB), Pau dos Ferros (RN), Nova Cruz (RN) União (PI) e Teresina (PI). Também cursei Administração de Empresas e Direito, em virtude de transferências, não terminei essas duas faculdades. Era o meu emprego e o pão de cada dia ou as faculdades.