Desenvolvido por:

(88) 9 9776 7362

© 2016 por "Fortaleza Sempre". Orgulhosamente criado com Go Gestor

A ASCENSÃO ESTÁ EM NOSSAS MÃOS

22 Jun 2017

 

Terminada a sexta rodada o Fortaleza assumiu a liderança do grupo, que desde as primeiras rodadas vinha sendo ocupada pelo CSA, nosso próximo adversário, que não manteve essa posição em cinco etapas por acaso, mas como consequência de uma inquestionável qualidade técnica, que o credencia a ser um dos principais favoritos à classificação para a segunda fase.

 

Muito bom para o Fortaleza que não deve, no entanto, dormir sobre os louros da vitória, isto porque  a competição está muito equilibrada e o CSA, jogando no seu território e sob o apoio da sua torcida, inquestionavelmente,  uma das mais apaixonadas do Nordeste, tudo fará para recuperar a hegemonia do grupo.

 

O Tricolor há de se conscientizar, especialmente jogadores, comissão técnica, diretoria e torcida que, se subir é dificílimo e muito mais complicando é se manter no topo. O Tricolor a partir de agora se transformou no time a ser batido, ou no inimigo número um dos outros clubes do grupo e até mesmo do grupo oposto.

 

Louve-se o trabalho que vem sendo feito pelo Bonamigo e Comissão Técnica, isto porque se considerarmos o time tido como titular,  nove desses atletas  disputaram o Cearense, dos quais apenas o Rodrigo Mancha chegou estando a competição em andamento, mas assumiu de imediato a titularidade, de forma que pode ser incluído nesse montante.

 

Vejamos o time o time atual, tido como titular, cuja maioria estava no elenco desde o início, com a observação que já fiemos: Boeck; Felipe (Jefferson), Rodrigo Mancha, Ligger e Bruno Melo; Anderson Uchoa, Adenilson, Pablo e Everton; Lúcio Flávio e Hiago. Frisamos que somente o Adenilson e o Hiago não estavam no time que foi eliminado de três competições.

 

Um trabalho excepcional de recuperação e superação, haja vista que desse time somente o  Adenilson e o Hiago não estavam na equipe que foi eliminada de três competições: Campeonato Cearense,  Copa do Nordeste e Copado Brasil, fator que demonstra cabalmente que o problema não se concentrava, ou se restringiam  totalmente ou apenas ao elenco.

 

Como águas passadas não movem moinhos e temos  que focar e nos concentrar no futuro e nos utilizarmos do passado apenas para retirarmos e nos embebermos em ensinamentos,  parabenizamos aos mentores e condutores dessa recuperação, reafirmando que agora é que a luta vai ficar mais dura e mais renhida e,  por essa razão,  o apoio e a solidariedade de todos os tricolores será de suma importância para a consecução dos objetivos propostos pelo clube.

 

Os números do lomento nos deixam eufóricos, contudo, devemos recebê-los com humildade, ponderação e comedimento, isto porque o Tricolor ainda não conquistou nada. A batalha rumo aos seus objetivos está apenas engatinhando e essa luta, conforme frisamos,  não é apenas e tão somente do elenco, da comissão técnica e da diretoria, mas de todos nós e cada um deve entrar com o seu quinhão.

 

Se quisermos um Fortaleza ainda mais forte, na verdadeira acepção da palavra, todos nós, respeitadas as condições financeiras de cada um, sem exceção, temos que aderir ao projeto de sócios e às campanhas tricolores. Quem ainda não renovou o seu plano, que renove já,  e quem ainda não se associou, que o faça agora. Os objetivos do Fortaleza estão nas nossas mãos, ou contribuiremos efetivamente para que eles sejam alcançados, ou ficaremos eternamente chorando os fracassos.

 

Como fazemos costumeiramente, após cada rodada apresentamos os destaques, desrta feita da sexta, em que o Fortaleza, pela primeira vez, começa a despontar:

 

TIME QUE MAIS PONTUOU: FORTALEZA  - 13

TIME QUE MENOS PONTUOU :  MOGI – MACAÉ  -   4

COM MAIS VITÓRIAS: - FORTALEZA - 4

 COM MENOS VITÓRIAS :  - CUIABÁ -  0

COM MAIS EMPATES: CUIABÁ  -  5

COM MAIS DERROTAS:   MOGI - MACAÉ -  4

ATAQUE MAIS POSITIVO:  FORTALEZA - 11

ATAQUE MENOS POSITIVO:   ASA -   3

DEFESA MAIS VAZADA:  MACAÉ -  12

DEFESA MENOS VAZADA:   -BOTAFOGO (PB) -   3

MAIOR SALDO DE GOLS: - FORTALEZA  -  7

MENOR SALDO DE GOLS:   MACAÉ - 7

MELHOR CLUBE DO GRUPO A:   FORTALEZA  -13

MELHOR DO GRUPO:  B BOTAFOGO (SP) - 11

PIOR DO GRUPO A MOTO:  SALGUEIRO – ASA E CUIABÁ -   5

PIOR DO GRUPO B:   MOGI MIRIM - MACAÉ -   4

 

 

O Fortaleza, por seu Vice-Presidente,  eleito pelo sufrágio direto, Marcelo Paz, que acumula a diretoria de Futebol, apresentou uma nova contratação, feita cirurgicamente e de forma muito criteriosa. Trata-se do lateral-esquerdo, de 29 anos, Guilherme Santos, de larga experiência, por ter atuado em clubes importantes, como, Vasco da Gama, Almería, Valladolid (Espanha), Atlético Mineiro, Figueirense, Santos, Atlético Goianiense, Bahia, Fluminense, Avaí, Criciúma, Sampaio Corrêa e Anorthosis (Chipre).

 

O atleta vem para disputar a titularidade numa posição em que só tínhamos o Bruno Melo que, por sinal vem subindo de produção  e esperamos, considerando que toda contratação encerra um certo risco, que venha para ser titular e não apenas para compor elenco, ou seja, que efetivamente seja um reforço. Pelo que temos visto nas últimas contratações, tudo indica que o Fortaleza fez uma boa aquisição.

 

Por hoje c’est fini.

 

 

Please reload

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Instagram Social Icon
POR TRÁS DO BLOG
Advíncula Nobre

Advíncula Nobre, colaborava com o site Razão Tricolor e quando esse encerrou, passei a colaborar com os Leões da Caponga, que também encerrou as atividades, quando então ainda residindo em Guarabira (PB), resolvi criar o site para publicar a Coluna do Nobre, que eu já publicava no Leões da Caponga. Isso aconteceu há cerca de 11 (onze) anos. Sou formado em História pela Universidade Estadual da Paraíba, turma de 1989 e funcionário aposentado do Banco do Brasil. Torço pelo Fortaleza Esporte Clube desde Outubro de 1960 e comecei a frequentar o Estádio Presidente Vargas, na condição de menino pobre na "hora do pobre". O estádio abria 15 minutos antes do término da partida para que os menos favorecidos tivessem acesso. Foi assim que comecei a torcer pelo Fortaleza. Morei em Guarabira (PB) por 27 anos e sempre vinha assistir a jogos do meu time. Guarabira (PB) dista 85 Km de João Pessoa capital Paraíbana e 650 km de nossa cidade Fortaleza (CE). Também morei em Patos (PB), Pau dos Ferros (RN), Nova Cruz (RN) União (PI) e Teresina (PI). Também cursei Administração de Empresas e Direito, em virtude de transferências, não terminei essas duas faculdades. Era o meu emprego e o pão de cada dia ou as faculdades.