Desenvolvido por:

(88) 9 9776 7362

© 2016 por "Fortaleza Sempre". Orgulhosamente criado com Go Gestor

O FORTALEZA ENFRENTARÁ UM ADVERSÁRIO PERIGOSO

 FELIPE - Um dos jogdores presentes no empate de 2 x 2 no ano passado

 

A oitava rodada do Grupo A do Brasileirão tem o seu pontapé inicial hoje com as partidas ASA x Botafogo (PB), Salgueiro x CSA, Cuiabá x Moto Clube e Fortaleza x Confiança. Completar-se-á nesta segunda feira com o embate entre Sampaio Corrêa x Remo que se engalfinharão por uma das quatro vagas do G-4. No momento o Remo é o quarto colocado, mas se vier a perder, nesta rodada, irremediavelmente,     deixará a zona de classificação.

 

O ASA, na sétima colocação com 6 pontos receberá o Botafogo (PB), na segunda posição com 14 pontos e todos os clubes da primeira à oitava posição, estão de olho neste jogo, especialmente os clubes que se encontra no G-4 e os que brigam diretamente por uma vaga na zona de classificação, caso do Sampaio Corrêa.

 

O ASA, por sua vez precisa da vitória para tentar se afastar da zona maldita, da qual dista apenas um ponto, vencendo chegará a 9 pontos e passará a torcer por tropeço dos que lhe estão atrás. O Remo, assim como os demais, torcerá por um triunfo do ASA, isto porque o Botafogo estacionaria nos 14 pontos e possibilitando a sua aproximação que, em saindo vitorioso, também chegará a 14 pontos.

 

O Fortaleza porque espera sair vitorioso do embate com o Confiança, em que chegaria aos 16 pontos, ultrapassando o Botafogo, que permaneceria com 14 pontos. O CSA, que tem os mesmos 14 pontos do Botafogo, espera a derrota do seu concorrente direto para que, em vencendo o seu compromisso contra o Salgueiro, possa continuar mantendo a primeira posição e até se afastando dos concorrentes próximos, na eventualidade de tropeço do próprio Botafogo e do Fortaleza.

 

O Salgueiro, o último colocado,  recebe o CSA e espera vencer, para tentar sair da zona de degola. Tem apenas 5 pontos, mesma pontuação do Moto, seu companheiro de infortúnio, mas está tão somente a um ponto do Cuiabá e do ASA, passando a fazer figa para que esses dois clubes não obtenham bons resultados. Consoante os especialistas,  tem 45,5% de chances de vencer, contra 31,7% para o empate e 22,8% para o CSA. A nossa esperança é a de que os especialistas estejam certos.

 

O Cuiabá receberá o Moto, numa briga direta contra o rebaixamento, vez que o Moto, o primeiro da zona de degola, tem 5 pontos e o time cuiabano tem 6. Será uma partida cujo resultado, além do próprio Cuiabá, interessará também ao Confiança, que tem 8 pontos e que se vier a perder, como esperamos, poderá ser ultrapassado pelo time cuiabano, passando a ter pesadelos com a zona maldita. Segundo os matemáticos o Cuiabá é o favorito, com 56%.

 

Por fim temos Fortaleza x Confiança, em que o Tricolor necessita da vitória para tentar reassumir a ponta da tabela, na eventualidade de um empate ou tropeço do CSA. O Fortaleza, consoante os experts, tem 70% de probabilidades de sair vencedor, contra 10,2% do Confiança, ficando 19,9% para o empate. Pelo histórico dos resultados, na Série C, contra o seu adversário, tem que se resguardar e lutar com raça e persistência pelo triunfo.

 

Não estamos fazendo abstração, isto porque pela Série C Fortaleza e Confiança se digladiaram em quatro oportunidades, havendo equilíbrio absoluto nesses confrontos. Nesses quatro jogos o Fortaleza venceu uma partida e o Confiança outra, tendo acontecido dois empates, o último no ano passado, quando o resultado foi de 2 x 2.

 

Nesse jogo o Confiança manteve a vantagem até os 45 minutos do segundo tempo, quando o Tricolor empatou através do Lima, de cabeça. Essa partida foi disputada no Castelão e o outro gol do Fortaleza, que estava sendo derrotado por 2 x 0, foi marcado pelo Anselmo, aos 36 minutos, também do segundo tempo, quando o time começou a reagir.

 

Naquela ocasião o Fortaleza, que era treinado pelo Marquinhos Santos, formou com  Ricardo Berna; Felipe, Lima, Edimar e Bruno Melo (Leozinho); Juliano (João Paulo), Corrêa, Pio, Éverton e Daniel Sobralense (Rodrigo Andrade); Anselmo. Desses jogadores apenas o Felipe e o Everton atuam hoje comi titulares, estando o Edimar na reserva. Os demais já deixaram o clube.

 

Por tudo isso conclui-se que será um jogo difícil e que o apoio do torcedor é fundamental. Precisamos ultrapassar os 6.880 torcedores que compareceram ao jogo do ano passado, considerando-se que essa partida pode valer a liderança ou pelo menos o segundo lugar, posições estratégicas na segunda fase ainda não ultrapassamos os dez mil no Presidente Vargas. Hoje, além de quebrarmos essa marca, conquistaremos, com o apoio da Nação tricolor, uma grande e importante vitória.

 

Por hoje c’est fini.

 

Please reload

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Instagram Social Icon
POR TRÁS DO BLOG
Advíncula Nobre

Advíncula Nobre, colaborava com o site Razão Tricolor e quando esse encerrou, passei a colaborar com os Leões da Caponga, que também encerrou as atividades, quando então ainda residindo em Guarabira (PB), resolvi criar o site para publicar a Coluna do Nobre, que eu já publicava no Leões da Caponga. Isso aconteceu há cerca de 11 (onze) anos. Sou formado em História pela Universidade Estadual da Paraíba, turma de 1989 e funcionário aposentado do Banco do Brasil. Torço pelo Fortaleza Esporte Clube desde Outubro de 1960 e comecei a frequentar o Estádio Presidente Vargas, na condição de menino pobre na "hora do pobre". O estádio abria 15 minutos antes do término da partida para que os menos favorecidos tivessem acesso. Foi assim que comecei a torcer pelo Fortaleza. Morei em Guarabira (PB) por 27 anos e sempre vinha assistir a jogos do meu time. Guarabira (PB) dista 85 Km de João Pessoa capital Paraíbana e 650 km de nossa cidade Fortaleza (CE). Também morei em Patos (PB), Pau dos Ferros (RN), Nova Cruz (RN) União (PI) e Teresina (PI). Também cursei Administração de Empresas e Direito, em virtude de transferências, não terminei essas duas faculdades. Era o meu emprego e o pão de cada dia ou as faculdades.