Desenvolvido por:

(88) 9 9776 7362

© 2016 por "Fortaleza Sempre". Orgulhosamente criado com Go Gestor

SÉRIE C - CONFRONTOS DIRETOS NO G-4 DO GRUPO A

10 Aug 2017

 

O Fortaleza, neste sábado, dia 12 de agosto, a partir das 10 horas estará recebendo os pais sócios-torcedores, no Centro de Treinamento Ribamar Bezerra com o fito de homenageá-los, às vésperas dessa data importante em que, com muita justiça se comemora o Dia dos Pais. O prenúncio é de uma bonita festa de congraçamento, em que o Tricolor disponibilizará para os homenageados a piscina olímpica, o deck, quadras de vôlei e futvolei.

 

Será um dia de homenagens e lazer em que haverá sorteios de brindes para todos os presentes. Será oferecido também  um serviço de buffet para os sócios e ainda a venda de produtos da marca própria,    Leão 18. Os sócios concorrerão a vários brindes e o evento, obviamente,  contará com a presença de membros da diretoria tricolor. Uma bela iniciativa do staff diretivo do Fortaleza e, particularmente, do Departamento de Marketing.

 

Voltamos o nosso foco para a Série C para afirmar que, doravante,  todas as rodadas em ambos os grupos da competição serão decisivas e até porque em todas as etapas teremos confrontos diretos, tanto nos grupo do G-4, quanto dos que aspiram vagas no grupo de classificação, assim como no grupo de descenso, em que as equipes lutam renhidamente para fugir do rebaixamento.

 

No G-4 o confronto direto dar-se-á entre CSA e Remo, ou seja,  entre o primeiro e o quarto do grupo, em que o time alagoano necessita da vitória para ficar mais perto da classificação para a segunda fase, posto que, em vencendo, somará vinte e sete pontos e colocará, no mínimo, uma dianteira de 7 pontos sobre o quinto colocado, no momento o Salgueiro, com 17, podendo a vantagem chegar a 10 pontos, caso o time pernambucano, mesmo sendo o favorito, não vença o seu compromisso contra o ASA.

 

Outro jogo importante envolve o Fortaleza e o Cuiabá num embate entre um time do G-4, o Fortaleza, o segundo, como 22 pontos conquistados e o Cuiabá, que tem 15 e que, ao lado do Salgueiro,  pugna por uma vaga na elite do Grupo A. Na eventualidade de uma vitória o Tricolor irá a 25 pontos e colocará uma distância de 10 pontos sobre o antagonista.

 

O Cuiabá, mesmo não tendo possibilidade de ingressar no G-4 nesta rodada, isto porque se vencer chegará aos mesmos 18 pontos do Remo, mas perderá a vaga pelo quesito “número de vitórias”, lutará pelo triunfo na tentativa de se aproximar do G-4. Será um páreo difícil pois o time cuiabano, que tem 9 empates em 13 rodadas, conquistou 7 dos mesmos em confronto fora dos seus domínios. O Fortaleza que se cuide e diligencie para tentar furar essa retranca do “dourado” mato-grossense.

 

No andar de baixo, no Grupo A, quatro clubes lutam contra o descenso: Botafogo, 14 pontos; Moto,  13; Confiança, 13 e ASA, 12. Acontecerá nesta rodada o primeiro confronto direto entre esses clubes nessa fase final, porquanto o Botafogo (PB) receberá o Moto Club, num confronto de vida e morte para ambos e para os quais só interessará a vitória, pois o empate os levará a morrerem abraçados. .

 

O Botafogo tem a vantagem de atuar em casa e tem como agravante o fato de que, nessas seis últimas rodadas, não tem sabido aproveitar esse handicap, vez que vem de seis derrotas consecutivas e se encontra mergulhado numa crise sem precedentes na sua história. A pressão da torcida é muito grande, tanto é que recentemente invadiu o seu Centro de Treinamento.

 

Ao Moto resta tentar tirar proveito da situação e nesse cenário, presumidamente favorável, buscar uma vitória que lhe daria uma sobrevida e o faria respirar um pouco mais aliviado. Não é uma tarefa das mais fáceis tendo em vista que, efetivamente,  o time motense só conquistou 1 ponto fora de casa em 12 rodadas. Os outros 3 pontos foram amealhados num jogo em que figura como visitante, mas contra o Sampaio, no Castelão, em campo neutro.

 

Em razão desses três confrontos diretos esta rodada se prenuncia como das mais decisivas, até porque o Salgueiro, que tem 17 pontos e  luta com o Remo, com 18, pela quarta vaga do G-4, recebe em casa o ASA, o lanterna da competição, com apenas 12 pontos. Em vencendo o time salgueirense poderá tirar proveito de um possível tropeço do clube remista no confronto direto, fora de casa,  com o CSA, assumindo assim a última vaga do grupo de classificação.

 

O Sampaio navegará em céu de almirante, pois receberá em casa o vice lanterna, o Confiança, que tem 13 pontos, não sendo demais lembrar que o time sergipano, na rodada anterior perdia fora de casa, para o Remo, pelo placar de 2 x 0, no entanto, reagiu, foi buscar o empate e por muito pouco não vira o jogo, pois até pênalti se deu ao luxo, ou ao disparate de perder.

 

Por hoje c’est fini.

 

  

Please reload

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Instagram Social Icon
POR TRÁS DO BLOG
Advíncula Nobre

Advíncula Nobre, colaborava com o site Razão Tricolor e quando esse encerrou, passei a colaborar com os Leões da Caponga, que também encerrou as atividades, quando então ainda residindo em Guarabira (PB), resolvi criar o site para publicar a Coluna do Nobre, que eu já publicava no Leões da Caponga. Isso aconteceu há cerca de 11 (onze) anos. Sou formado em História pela Universidade Estadual da Paraíba, turma de 1989 e funcionário aposentado do Banco do Brasil. Torço pelo Fortaleza Esporte Clube desde Outubro de 1960 e comecei a frequentar o Estádio Presidente Vargas, na condição de menino pobre na "hora do pobre". O estádio abria 15 minutos antes do término da partida para que os menos favorecidos tivessem acesso. Foi assim que comecei a torcer pelo Fortaleza. Morei em Guarabira (PB) por 27 anos e sempre vinha assistir a jogos do meu time. Guarabira (PB) dista 85 Km de João Pessoa capital Paraíbana e 650 km de nossa cidade Fortaleza (CE). Também morei em Patos (PB), Pau dos Ferros (RN), Nova Cruz (RN) União (PI) e Teresina (PI). Também cursei Administração de Empresas e Direito, em virtude de transferências, não terminei essas duas faculdades. Era o meu emprego e o pão de cada dia ou as faculdades.