Desenvolvido por:

(88) 9 9776 7362

© 2016 por "Fortaleza Sempre". Orgulhosamente criado com Go Gestor

O CUIABÁ AINDA NÃO PERDEU FORA DE CASA

13 Aug 2017

 

A décima quarta rodada, no grupo A se iniciou com três jogos, em que os mandantes venceram, confirmando-se as as previsões dos matemáticos de plantão. O CSA, conforme prevíramos, confirmou a sua condição de clube com a melhor campanha dentro de casa na Série C e venceu o Remo, sem dificuldades, por 2 x 0, chegando aos 27 pontos e colocando uma dianteira de 9 pontos sobre o Remo, o quinto colocado.

 

Com esse resultado o CSA ainda não garantiu matematicamente a classificação, contudo, na próxima semana enfrentará o Confiança fora de casa e vencendo e tem cabedal para isso, sacramentará a sua classificação para a próxima fase. O Remo, em função da derrota caiu para a quinta posição, perdendo o quarto lugar para o Salgueiro.

 

O Terceiro jogo reuniu o Salgueiro e o ASA, o lanterna da competição e com era de esperar o time Salgueirense, venceu o adversário com facilidade, enterrando-o mais ainda na zona de descenso e, ainda por cima, premiando a sua vitória por 2 x 0, defenestrou o Remo da quarta posição do G-4, assumindo o seu lugar na elite do Grupo A. Nesta rodada, até aqui, o grande vencedor foi o Salgueiro e o grande perdedor o Remo.

 

Hoje a rodada encerrar-se-á com duas partidas, todas por motivos inerentes aos contendores, de suma importância. Na zona de baixo se digladiam Botafogo e Moto, em que o time Botafoguense, que vem de seis derrotas consecutivas, em perdendo mais uma, automaticamente será jogado na zona de rebaixamento, da qual, por pura sorte e por tropeço de algumas equipes, tem escapado até agora.  

 

Na outra partida o Fortaleza recebe o Cuiabá, um time tinhoso que, em seis partidas fora de casa empatou todas seis e tem como troféu a exibir o fato de não ter perdido para nenhum componente do G5 do grupo, vez que, fora de casa, empatou com Remo, Sampaio e Salgueiro em 1 x 1; com o CSA em 0 x 0 e em casa obteve um resultado de 2 x 2 contra o Fortaleza. Do grupo do G-5, fora de casa faltava jogar apenas contra o Fortaleza, o que acontecerá logo mais.

 

O Fortaleza perdeu provisoriamente a segunda posição para o Sampaio que, com algumas dificuldades bateu o vice-lanterna Confiança, em casa por 2 x 1 e por isso, precisa vencer o Cuiabá para retomar a sua posição no G-4  e para tanto contará com o apoio da sua torcida, para quem a diretoria tricolor manteve a promoção “Família é Fortaleza”, em homenagem ao dia dos pais, em que o torcedor ao comprar um ingresso leva mais quatro pessoas.

 

De acordo com a promoção, que mudou o nome para “Fortaleza é Família” e sempre foi. O torcedor compra um ingresso e leva quatro membros da família: O cônjuge, e mais três familiares, entre menores de 18 anos e maiores de 65. Essa promoção é extensiva aos sócios, excetuando-se à modalidade Leão Fiel. Mantém ainda a promoção para o setor Norte/Sul em que o torcedor pagará R$. 20,00 pela entrada inteira e R$. 10,00 pela meia.

 

O histórico do Fortaleza em confrontos com o Cuiabá é muito bom, haja vista que aconteceram entre ambos,  10 partidas,  em que o Leão do Pici venceu 6, empatou 3 e perdeu 1,  somando 21 pontos em 30 possíveis e ostentando um percentual de desempenho de 70%.

 

Em casa a situação ainda é mais alvissareira, tendo em vista que em 5 confrontos o Fortaleza venceu a todos conquistando, portanto, 15 pontos e apresentando um percentual de desempenho de 100% .Além disso foram assinalados 11 gols e apenas 1 contra, de modo que acumula um saldo positivo de 10 gols. Estatística não ganham jogo, mas,  pelo menos,  nos infunde mais esperança e é com essa confiança que contamos com a vitória do Tricolor de Aço e, , evidentemente,  com o apoio da torcida será mais fácil.

 

Por hoje c’est fini.   

Please reload

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Instagram Social Icon
POR TRÁS DO BLOG
Advíncula Nobre

Advíncula Nobre, colaborava com o site Razão Tricolor e quando esse encerrou, passei a colaborar com os Leões da Caponga, que também encerrou as atividades, quando então ainda residindo em Guarabira (PB), resolvi criar o site para publicar a Coluna do Nobre, que eu já publicava no Leões da Caponga. Isso aconteceu há cerca de 11 (onze) anos. Sou formado em História pela Universidade Estadual da Paraíba, turma de 1989 e funcionário aposentado do Banco do Brasil. Torço pelo Fortaleza Esporte Clube desde Outubro de 1960 e comecei a frequentar o Estádio Presidente Vargas, na condição de menino pobre na "hora do pobre". O estádio abria 15 minutos antes do término da partida para que os menos favorecidos tivessem acesso. Foi assim que comecei a torcer pelo Fortaleza. Morei em Guarabira (PB) por 27 anos e sempre vinha assistir a jogos do meu time. Guarabira (PB) dista 85 Km de João Pessoa capital Paraíbana e 650 km de nossa cidade Fortaleza (CE). Também morei em Patos (PB), Pau dos Ferros (RN), Nova Cruz (RN) União (PI) e Teresina (PI). Também cursei Administração de Empresas e Direito, em virtude de transferências, não terminei essas duas faculdades. Era o meu emprego e o pão de cada dia ou as faculdades.