Desenvolvido por:

(88) 9 9776 7362

© 2016 por "Fortaleza Sempre". Orgulhosamente criado com Go Gestor

FORTALEZA PODE SE CLASSIFICAR CONTRA O CONFIANÇA ATÉ COM O EMPATE

29 Aug 2017

 Agora resta somente apoiar e confiar...

 

O Fortaleza, que poderia estar com a classificação assegurada se complicou um pouco ao empatar com o CSA, dentro de casa, por 1 x 1 e agora tem que buscar o salvo-conduto para a próxima fase nos dois próximos encontros contra o Confiança, fora de casa e frente Moto, em casa.

 

O Confiança, seu primeiro adversário,  está com a moral elevada, vez que vem de duas vitorias consecutivas, uma sobre o CSA em casa por 2 x 0 e a outra fora de casa, de certa forma inesperada, sobre o Botafogo,  por 2 x 1, que deixou o clube paraibano às voltas com a zona de rebaixamento, da qual se encontra fora, mas com a mesma pontuação do Moto (17 pontos).

 

O Confiança, que soma 19 pontos, batalha em duas frentes: Na primeira, contra o descenso, uma vez que se encontra tão somente a 2 pontos do Moto, o primeiro clube na zona de degola  e na segunda, alimentando ainda a esperança de classificação, pugna contra o Remo, o quarto colocado, de quem dista apenas 3 pontos, donde se conclui que o mesmo será um adversário perigoso nesse jogo de elevado risco para o Fortaleza.

 

O Fortaleza, que empacou na terceira posição com 24 pontos, está a 4 do CSA, o segundo e a 5 do Sampaio Corrêa, o primeiro colocado, no momento só tem um alternativa: Lutar com unhas e dentes para manter esta posição, contra 3 adversários que estão nos seus calcanhares: Remo, Cuiabá e Salgueiro.

 

Matematicamente, com 6 pontos ainda em disputa, o Fortaleza, com 24 pontos, pode chegar a 30. O Remo e o Cuiabá, ambos com 22, podem chegar a 28 e o Salgueiro, com 21 só pode chegar a 27. O Fortaleza vencendo as duas partidas garantirá a classificação, mas o problema é que o time não vem passando muita confiança e vinha jogando mal, apenas nessa partida contra o CSA conseguiu infundir um pouco de esperança na torcida, mas aquém do que se esperaria.

 

Enquanto o Confiança vem de uma derrota e duas vitória nas três últimas partidas, conquistando 6 pontos em 9 possíveis o Fortaleza vem de uma derrota e dois empates, somando apenas 2 pontos em 9 prováveis. Esse é o grande problema, isto porque o Fortaleza não tem conseguido esboçar uma reação que possa ser reputada como recuperação. Para que isso aconteça terá que se superar.

 

O que temos de perspectivas alvissareiras? O bom é que o pessoal do andar de baixo pode ajudar ao Tricolor. O Moto recebe o Cuiabá e não será um jogo qualquer. Na verdade será o jogo da vida do time motense, isto porque, estando na zona de rebaixamento necessita vencer o Cuiabá para tentar deixar a zona maldita.  O interessante é que os dois clubes podem se ajudar mutuamente. O Fortaleza vencendo o Confiança  segura um dos seus concorrentes na luta contra a degola.

 

Simples assim. O Fortaleza vencendo o Confiança segura o time sergipano com 19 pontos e na eventualidade de vitória, o Moto iria a 20 pontos e deixaria a briga contra o rebaixamento entre Botafogo e Confiança. O Moto vencendo o Cuiabá seguraria o time cuiabano com 22 pontos, o qual estaria fora do páreo com relação à vaga do Fortaleza, posto que somente poderia atingir os 25 pontos.  Nessa rodada os dois times serão aliados.

 

No andar de cima o Fortaleza também pode ser ajudado, isto porque o Remo, o quarto colocado, que luta contra o Fortaleza pela terceira posição, recebe o Sampaio, que já está classificado, mas que peleja com o CSA pela ponta da tabela, depreendendo-se, portanto, que o clube paraense não terá vida fácil. Um empate já seria um bom resultado.

 

O Salgueiro recebe o CSA que trava uma luta com o Sampaio pela primeira colocação.  Ressalve-se que o time alagoano faz uma campanha razoável em jogos fora de casa, em que somou 10 pontos em 24 possíveis, apresentando um percentual de aproveitamento de 42%. Para que tracemos um paralelo o Fortaleza somou apenas 8 pontos, em 24 possíveis, apresentando um percentual de desempenho de 33%.

 

Estas são as possibilidades para a próxima rodada que só renderão frutos se o Fortaleza, enfim, conseguir uma vitória, essencial e de suma importância contra o Confiança, em que selará de vez a sua classificação.  Um empate, entretanto, dado às circunstâncias atuais,  não será um mal resultado e pode leva-lo à classificação antecipada, desde que Remo e Salgueiro sejam derrotados, tese defendida pelo Rodrigues Andrade, com a qual eu concordo, acrescentando ainda que se o Moto derrotar o Cuiabá o Fortaleza também estará classificado, tendo em vista que Salgueiro e Remo terão um confronto direto em que um dos dois ficará pelo meio do caminho, premissa que também defendemos ontem no Fala Leão..  . 

 

Por hoje c’est fini.

 

Advíncula Nobre

 

 

 

Please reload

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Instagram Social Icon
POR TRÁS DO BLOG
Advíncula Nobre

Advíncula Nobre, colaborava com o site Razão Tricolor e quando esse encerrou, passei a colaborar com os Leões da Caponga, que também encerrou as atividades, quando então ainda residindo em Guarabira (PB), resolvi criar o site para publicar a Coluna do Nobre, que eu já publicava no Leões da Caponga. Isso aconteceu há cerca de 11 (onze) anos. Sou formado em História pela Universidade Estadual da Paraíba, turma de 1989 e funcionário aposentado do Banco do Brasil. Torço pelo Fortaleza Esporte Clube desde Outubro de 1960 e comecei a frequentar o Estádio Presidente Vargas, na condição de menino pobre na "hora do pobre". O estádio abria 15 minutos antes do término da partida para que os menos favorecidos tivessem acesso. Foi assim que comecei a torcer pelo Fortaleza. Morei em Guarabira (PB) por 27 anos e sempre vinha assistir a jogos do meu time. Guarabira (PB) dista 85 Km de João Pessoa capital Paraíbana e 650 km de nossa cidade Fortaleza (CE). Também morei em Patos (PB), Pau dos Ferros (RN), Nova Cruz (RN) União (PI) e Teresina (PI). Também cursei Administração de Empresas e Direito, em virtude de transferências, não terminei essas duas faculdades. Era o meu emprego e o pão de cada dia ou as faculdades.