Desenvolvido por:

(88) 9 9776 7362

© 2016 por "Fortaleza Sempre". Orgulhosamente criado com Go Gestor

SOMOS MOTO CLUB DESDE NOVINHOS

 

Botafogo e ASA fizeram uma espécie de jogo dos desesperados, que se refletiu no placar de 0 x 0. É bem verdade que as duas equipes buscaram a vitória, mas de forma desordenada e sem qualquer configuração tática, sem falar na baixíssima qualidade técnica.  Fica difícil compreender a decadência técnica de uma equipe que nas primeiras rodadas se configurava como uma das melhores da competição e séria candidata à classificação.

 

Fica complicado analisarmos à distância um time que, até a sétima rodada havia conquistado 14 pontos em 21 possíveis, apresentando um percentual de aproveitamento de 67% e de repente, como se vítima de uma espécie de bruxaria, da oitava roda à décima terceira rodada desanda a perder,  acumulando seis derrotas consecutivas e quando todos imaginavam,  que poderia está dando início a uma recuperação vez que conquistou uma vitória na décima quarta etapa, o calvário recomeçou.

 

Dessa forma o Botafogo, que na Série C do ano passado havia feito uma boa campanha, terminando em sétimo lugar, neste ano é um virtual candidato ao rebaixamento, isto porque, da oitava rodada à décima sétima somou apenas 4 pontos em 30 possíveis, apresentando um percentual de desempenho estarrecedor de 13%.

 

 

Essa queda vertiginosa e brusca do Botafogo não encontra explicação no campo real, tem que ter algo a ver com descontrole emocional ou financeiro, ou  como se fora coisa do sobrenatural. Quanto ao ASA não temos muito o que falar, vez que a sua campanha no ano em curso se notabilizou pela grande irregularidade e inconstância, em oposição às boas campanhas que tem feito na competição, sendo o rebaixamento uma consequência natural do seu fraco desempenho.

 

O ASA, em que pese ter ainda um confronto contra o Confiança em casa,  que teria que vencer para não se despedir da Série C de forma tão melancólica, tem a sua péssima campanha justificada pela produção insuficiente dos seus principais compartimentos. A defesa é a terceira pior da competição, com 24 gols sofridos, ganhando apenas do Macaé, que sofreu 25 e do Mogi Mirim, que foi vazado 26 vezes e tem o pior ataque da competição com apenas 10 gols marcados, dados que justificam o seu rebaixamento.

 

Vamos para o dia de hoje, em que teremos duas partidas importantíssimas, não apenas para os quatro contendores, mas,  e sobretudo para o Fortaleza que, de repente pode receber uma ajudazinha muito bem-vinda do Moto. Ressalte-se que uma derrota do Cuiabá pode fazer bem ao Fortaleza e ao Remo. Analisemos os dois jogos desta tarde.

 

Remo x Sampaio.

O ideal para o Fortaleza seria uma vitória do Sampaio, contudo, um empate seguraria os dois.  Consoante os especialistas em previsões,  o Remo é o favorito para vencer com 44,5% de chances de conseguir a vitória. O empate fica com 26,3% e a probabilidade de triunfo do Sampaio com 29,2%. As últimas notícias dão conta de que o time maranhense entrará em campo com um time misto, melhorando sensivelmente a situação do Remo que precisa da vitória para se consolidar no G-4.

 

Supondo que o Remo vença irá a 25 pontos e ultrapassará o Fortaleza, que será defenestrado para a quarta colocação. Esse resultado deixa o Tricolor na obrigação de pelo menos empatar com o Confiança, se quiser reaver a posição. Não entendo a estratégia do time maranhense que, em perdendo, estará abdicando da primeira posição para o CSA o qual vencendo o Salgueiro, provavelmente,  assegurará a ponta da tabela.

Moto x Cuiabá.

Um jogo de vida ou morte para o Moto, que está na zona de rebaixamento e que precisa vencer, especialmente diante desse empate do Botafogo em casa. O Moto vencendo irá a 20 pontos e colocará 2 de dianteira sobre o Botafogo, que ao término da rodada estará na zona maldita.

 

Temos que torcer por uma vitória do Moto, que tirará do caminho um dos nossos principais concorrentes, o Cuiabá que, perdendo, como esperamos, permanecerá com  22 pontos e só poderá chegar a 25, saindo, definitivamente da disputa por vaga no G-4.

 

Nessa partida, consoante os matemáticos,  o Moto e o favorito com 40,2% de chances de vencer. O empate fica com 28,6 e a possibilidade de triunfo do Cuiabá com 31,2%.  O melhor momento é o do Cuiabá, que vem de um empate e duas vitórias, enquanto o Moto vem de uma derrota, uma vitória e um empate. Confiemos que o Moto, jogando em casa, necessitando vencer e com o apoio da sua torcida possa conquistar esse importante triunfo.

 

Por hoje c’est fini.

Please reload

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Instagram Social Icon
POR TRÁS DO BLOG
Advíncula Nobre

Advíncula Nobre, colaborava com o site Razão Tricolor e quando esse encerrou, passei a colaborar com os Leões da Caponga, que também encerrou as atividades, quando então ainda residindo em Guarabira (PB), resolvi criar o site para publicar a Coluna do Nobre, que eu já publicava no Leões da Caponga. Isso aconteceu há cerca de 11 (onze) anos. Sou formado em História pela Universidade Estadual da Paraíba, turma de 1989 e funcionário aposentado do Banco do Brasil. Torço pelo Fortaleza Esporte Clube desde Outubro de 1960 e comecei a frequentar o Estádio Presidente Vargas, na condição de menino pobre na "hora do pobre". O estádio abria 15 minutos antes do término da partida para que os menos favorecidos tivessem acesso. Foi assim que comecei a torcer pelo Fortaleza. Morei em Guarabira (PB) por 27 anos e sempre vinha assistir a jogos do meu time. Guarabira (PB) dista 85 Km de João Pessoa capital Paraíbana e 650 km de nossa cidade Fortaleza (CE). Também morei em Patos (PB), Pau dos Ferros (RN), Nova Cruz (RN) União (PI) e Teresina (PI). Também cursei Administração de Empresas e Direito, em virtude de transferências, não terminei essas duas faculdades. Era o meu emprego e o pão de cada dia ou as faculdades.