Desenvolvido por:

(88) 9 9776 7362

© 2016 por "Fortaleza Sempre". Orgulhosamente criado com Go Gestor

SÃO BENTO X CSA - COMEÇA A DISPUTA PELO TÍTULO

 

As semifinais têm início hoje com o embate São Bento x CSA, que farão a partida 190 da Série C no ano em curso. O jogo acontecerá, às 19 horas,    no Estádio Walter Ribeiro em Sorocaba. O São Bento, o mandante, na fase classificatória foi o primeiro do Grupo B, tendo conquistado 31 pontos. Nas quartas de final somou mais 4 chegando aos 35 pontos.

 

O CSA foi o segundo do Grupo A, em que conquistou 32 pontos. Nas quartas de final somou mais 6, chegando aos 38 pontos e por ter somado mais pontos nas duas fases, 38 contra 35 do opositor, atua como mandante na semifinal, fazendo a primeira partida fora de casa e decidindo a classificação para a final em casa.

 

Consoante os especialistas o São Bento tem 54,3% de chances de chegar à final e na condição de mandante conquistou 23 pontos em 30 possíveis, apresentando um percentual de aproveitamento de 76,6%, que reputamos como um dos melhores. O seu artilheiro na competição é o jogador Anderson, com 5 gols. Em casa os artilheiros são Anderson e João Paulo, ambos com 3 gols.

 

O São Bento, enquanto mandante, conquistou 7 vitórias e 2 empates, tendo perdido em apenas 1 oportunidade, amealhando 23 pontos e, conforme dissemos,  tendo um aproveitamento de 76,6%.  Assinalou 14 gols e sofreu 5, ostentando um saldo de gols de 9 tentos.

 

No entendimento dos matemáticos, o CSA tem 45,7% de probabilidades de chegar à final e, enquanto visitante conquistou 14 pontos em 30 possíveis, apresentando um percentual de desempenho de 46,6%, seguramente um dos melhores da competição nesta condição. O seu artilheiro na competição é o jogador Michel Douglas com 6 gols, que mantém também a artilharia em casa, com 3.

 

Atuando na condição de visitante o CSA conseguiu 3 vitórias, 5 empates e sofreu  2 derrotas, somando 14 pontos em 30 prováveis e apresentando um percentual de aproveitamento de 46,6%, reputado como um dos melhores aproveitamentos fora de casa, perdendo, nesse quesito, tão somente para o Sampaio Corrêa.   Marcou 9 gols e sofreu 8 apresentando um saldo positivo de 1 gol.

 

O São Bento na contingência de mandante nunca marcou mais de gols: 2 x 1 no Tombense e Macaé e 2 x 0 sobre Tupi, Joinville e Confiança. O CSA enquanto visitante também nunca assinalou mais do que 2 gols em uma partida, 2 x 0 sobre Sampaio e Tombense e 1 x 0 sobre o Salgueiro.

 

Na derrota enquanto mandante o São Bento nunca sofreu mais do que dois gols, posto que foi derrotado apenas pelo Ypiranga pelo placar de 2 x 0. O CSA que, conforme vimos, sofreu duas derrotas fora dos seus domínios, também nunca sofreu mais do que 2 gols, perdendo pelo mesmo placa de 2 x 0 para Botafogo e Confiança.

 

Vemos, desse modo que, em se considerando os números que envolvem os dois clubes, o prenúncio é de uma partida muito equilibrada, tendo um leve favoritismo para o time sorocabano. Nos dois confrontos, contrariando aos matemáticos e me embasando na produtividade dos dois times, inclino-me a afirmar que o time alagoano é o favorito para fazer a final da competição.

 

Amanhã, num dia e horário esdrúxulos para um jogo decisivo, teremos Fortaleza e Sampaio. O Sampaio que, na primeira fase foi o líder no cômputo geral, perdeu essa condição para o CSA, que graças ao seu desempenho de 100%  nas quartas de final chegou aos 38 pontos, contra 36 do time maranhense que agora é o segundo na classificação geral.  

 

O treinador do Sampaio, Sr. Francisco Diá está falando aos quatro ventos que o seu time é o favorito para esse confronto contra o Tricolor, baseado no fato de que no cômputo geral o seu time tem 36 pontos, contra apenas 30 do Fortaleza. O citado cidadão tem todo o direito de acreditar no seu time, só não pode ser petulante e insolente, vez que antes do jogo do Fortaleza contra o Moto, teve o descaramento de ligar para o Papellin, para tripudiar o Fortaleza que no seu entendimento era muito ruim e perderia para o time motense. Quebrou a cara e se Deus quiser vai quebrar também agora.

 

EFEMÉRIDES -  01 de outubro de 1961 – Fortaleza 3 x 0 Ferroviário – Jogo pelo Campeonato Cearense, realizado há 56 anos.

 

PENSAMENTO DO DIA -  O impossível está a um passo da nossa superação, a partir do momento que nos superamos algo impossível se realiza. (Sérgio Pinheiro).

 

Por hoje c'est fini.

 

 

 

Please reload

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Instagram Social Icon
POR TRÁS DO BLOG
Advíncula Nobre

Advíncula Nobre, colaborava com o site Razão Tricolor e quando esse encerrou, passei a colaborar com os Leões da Caponga, que também encerrou as atividades, quando então ainda residindo em Guarabira (PB), resolvi criar o site para publicar a Coluna do Nobre, que eu já publicava no Leões da Caponga. Isso aconteceu há cerca de 11 (onze) anos. Sou formado em História pela Universidade Estadual da Paraíba, turma de 1989 e funcionário aposentado do Banco do Brasil. Torço pelo Fortaleza Esporte Clube desde Outubro de 1960 e comecei a frequentar o Estádio Presidente Vargas, na condição de menino pobre na "hora do pobre". O estádio abria 15 minutos antes do término da partida para que os menos favorecidos tivessem acesso. Foi assim que comecei a torcer pelo Fortaleza. Morei em Guarabira (PB) por 27 anos e sempre vinha assistir a jogos do meu time. Guarabira (PB) dista 85 Km de João Pessoa capital Paraíbana e 650 km de nossa cidade Fortaleza (CE). Também morei em Patos (PB), Pau dos Ferros (RN), Nova Cruz (RN) União (PI) e Teresina (PI). Também cursei Administração de Empresas e Direito, em virtude de transferências, não terminei essas duas faculdades. Era o meu emprego e o pão de cada dia ou as faculdades.