Desenvolvido por:

(88) 9 9776 7362

© 2016 por "Fortaleza Sempre". Orgulhosamente criado com Go Gestor

SÉRIE B - SPORT À VISTA!

21 Nov 2017

 

Com a vinda do Atlético Goianiense agora são 17 clubes na Série B, esperando mais três, que devem sair de um rol que contém as seguintes equipes: Avaí, 36 pontos; Sport, 39; Ponte Preta, 39;   Vitória, 40 e Coritiba, 43.

 

São cinco clubes brigando para se livrarem das três vagas restantes do descenso para a Série B. A situação mais confortável dos cinco é a do Coritiba que, com 43 pontos e podendo chegar a 49, necessita de apenas   3  em 6 pontos  em disputa, para fugir da degola.  Enfrenta o São Paulo em casa, que ainda sonha com a Sul-Americana e o Chapecoense fora, que poderá estar pugnando por vaga na Libertadores.

 

Um pouco mais abaixo a situação vai se complicando, visto que o Avaí, Sport e  Ponte Preta, todos om 39 pontos, podem chegar a 45, ameaçando o Vitória que pode somar 46 e que, por sua vez, similarmente ao Coritiba,  só depende de si para fugir do descenso.

 

O Vitória, que soma 40 pontos e pode atingir os 46, recebe a Ponte em casa, no chamado confronto de seis pontos em que os dois clubes necessitarão desesperadamente de um triunfo. O perdedor ficará em situação das mais delicadas e se empatarem correrão o risco de morrerem abraçados. Sai para enfrentar o Flamengo que, de forma mais direta luta com Botafogo, Atlético Mineiro e Vasco por uma vaga na Libertadores.

 

A Ponte Preta se digladia com o Vitória em casa, num confronto de seis pontos em que, conforme frisamos, somente o triunfo interessará os dois contendores, vez que o empate pode deixar a ambos no meio do caminho. Sai para enfrentar o Vasco que luta, mais diretamente com o Flamengo e o Atlético Mineiro pela classificação para a Libertadores.

 

O Sport pega o Fluminense fora dos seus domínios, que escapou do rebaixamento e que,  mesmo que remotamente,  ainda sonha com uma vaga na Sul-Americana,  e o   Corinthians em casa, já com o título na mão e  em ritmo de férias.  Teoricamente o Sport tem a situação mais amena dos que os demais concorrentes.

 

O Avaí, coitado, recebe o Atlético Paranaense, que ainda briga por vaga na Sul-Americana e sai para enfrentar o Santos, que estará lutando para consolidar a vaga para a Libertadores.  Para não ser rebaixado tem que ganhar os dois compromissos e ficar fazendo figa pelo tropeço de dois clubes que lhe estão à frente.

 

Sport e Ponte Preta ficam fazendo figa e torcendo para que Vitória e Coritiba fracassem, isto porque derrotas do Avaí não lhes ajudarão em nada. Na eventualidade de derrotas do Vitória ou do Coritiba, somente um escapará do descenso, o que fizer a sua parte.   

 

Examinando todos esses confrontos, em que nenhum dos cinco times encontrarão moleza pela frente,  arriscar-me-ia dizer que afora o Atlético Goianiense que já foi degolado,  Avaí, Sport e Ponte Preta são sérios candidatos a serem companheiros do Fortaleza na Série B, até porque, conforme demonstramos, Coritiba e Vitória só dependem de si próprios para continuar na Elite.

 

Pelos números atuais e considerando a análise que acabamos de exarar, tudo indica que teremos os seguintes clubes na Série B de 2018:  Atlético Goianiense, Avaí, Sport, Ponte Preta, CSA, Fortaleza, São Bento, Sampaio Corrêa, Londrina, Vila Nova, Oeste, Juventude, Boa Esporte, Brasil de Pelotas, Paysandu, Criciúma, CRB, Figueirense, Goiás, Guarani e Atlético   Goianiense.

 

Sem desmerecer os demais, diria que Sport, Fortaleza e Goiás, são os times que têm torcidas e camisas pesadas e tradicionais. Acrescentaria a esses três, para brigarem por quatro vagas, mais cinco clubes: Ponte Preta, Londrina, Juventude, Atlético Goianiense e Paysandu. Correndo por fora temos ainda o Sampaio Corrêa e o CRB. 

 

Evidentemente que, quando colocamos o Fortaleza como postulante à ascensão estamos nos embasando em dois princípios importantíssimos: Em primeiro lugar  o Tricolor entra nas competições imbuído do desejo de vencer e, para tanto, num segundo ponto fundamental, tem que montar um time competitivo, posto  que o campeonato é longo e a previsão é a de que venha a ser muito nivelado e equilibrado.

 

Pensamento do Dia - Ama-se mais o que se conquistou com mais trabalho. (Aristóteles).

 

Por hoje c’est fini.

 

 

 

 

Please reload

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Instagram Social Icon
POR TRÁS DO BLOG
Advíncula Nobre

Advíncula Nobre, colaborava com o site Razão Tricolor e quando esse encerrou, passei a colaborar com os Leões da Caponga, que também encerrou as atividades, quando então ainda residindo em Guarabira (PB), resolvi criar o site para publicar a Coluna do Nobre, que eu já publicava no Leões da Caponga. Isso aconteceu há cerca de 11 (onze) anos. Sou formado em História pela Universidade Estadual da Paraíba, turma de 1989 e funcionário aposentado do Banco do Brasil. Torço pelo Fortaleza Esporte Clube desde Outubro de 1960 e comecei a frequentar o Estádio Presidente Vargas, na condição de menino pobre na "hora do pobre". O estádio abria 15 minutos antes do término da partida para que os menos favorecidos tivessem acesso. Foi assim que comecei a torcer pelo Fortaleza. Morei em Guarabira (PB) por 27 anos e sempre vinha assistir a jogos do meu time. Guarabira (PB) dista 85 Km de João Pessoa capital Paraíbana e 650 km de nossa cidade Fortaleza (CE). Também morei em Patos (PB), Pau dos Ferros (RN), Nova Cruz (RN) União (PI) e Teresina (PI). Também cursei Administração de Empresas e Direito, em virtude de transferências, não terminei essas duas faculdades. Era o meu emprego e o pão de cada dia ou as faculdades.