Desenvolvido por:

(88) 9 9776 7362

© 2016 por "Fortaleza Sempre". Orgulhosamente criado com Go Gestor

EDINHO CHEGA COM O STATUS DE CAMPEÃO BRASILEIRO

 

O Fortaleza, três anos depois, está repatriando o Edinho, agora mais experiente, com vinte e dois anos e com passagens por vários clubes, caso de dizer que, com essa pouca idade já está ficando um tanto quanto rodado para uns e experiente para outros.  Passou nesse interregno por Avaí, Paysandu, Ituano, Guarani, Mogi Mirim e CSA.

 

O atleta baturiteense, que tem 22 anos e 1,58 metros de altura foi revelado pelo Projeto AABB Comunidade de Baturité, sendo cooptado para as categorias de base do Tricolor, onde se destacou. Alçado ao profissional atuou 25 partidas pelo time principal, marcando 6 gols. O clube pelo qual mais atuou não foi o Fortaleza, mas o Paysandu, em que participou de 27 partidas, assinalando 3 gols.

 

Além de mais experiente o jogador, de cujos direitos econômicos o Fortaleza detém 50%, não volta de mãos abanando vez que, no ano em curso, em disputa com o próprio Tricolor, se sagrou campeão brasileiro da Série C pelo CSA, consagrando-se como um dos melhores jogadores do citado clube. Antes já havia conseguido um acesso para a Série B pelo Guarani.

 

Vale salientar que o Edinho foi o principal jogador do time na segunda fase da Série C, no chamado mata-mata, pois além de fazer o gol do acesso, no primeiro jogo da decisão, em que o Fortaleza foi derrotado em casa por 2 x 1, se constituiu no melhor jogador da   partida, esfacelando e pondo em polvorosa o nosso sistema defensivo. Que seja bem-vindo, pois “nos caminhos da volta ninguém se perde”.

 

O Fortaleza tem feito contato com  inúmeros  jogadores, evidentemente que pelos encarregados da remontagem do time, Rogério Ceni, Daniel de Paula Pessoa e Marcelo Paz e está aguardando as respostas devidas. Nesses tempos de vacas magras e de pouca movimentação no Mercado, só nos resta aguardar e aprender a conviver com as especulações, que são muitas.

 

Tentamos extrair alguma coisa de mais concreto do Diretor de Futebol do Fortaleza, Daniel de Paula Pessoa que, como não poderia deixar de ser, foi muito lacônico e reticente e sinceramente esperamos que a diretoria adote uma postura de se resguardar, para que as negociações com jogadores não sejam prejudicadas, especialmente pelos nossos inimigos.

 

Ao invés de inimigo eu poderia estar me reportando aos nossos adversários, contudo, não é bem assim, isto porque algumas correntes de antitricolores, com o fito de prejudicar o Fortaleza, historicamente têm agido como inimigos e não como concorrentes, caso por exemplo do TJD-F, cuja maioria dos auditores veste a camisa do nosso rival.

 

Para que não pairem dúvidas com relação à essa assertiva, muitos deles, devidamente caracterizados,      foram filmados na festa do nosso rival contra o ABC. Torcer não é proibido. Defendo apenas que esses auditores, por uma questão de pundonor, deveriam ser mais éticos e reservados. O problema maior é que eles vestem a camisa nos jogos e durante as votações. Com a palavra o Dr. Fred Bandeira.

 

O Rogério Ceni, de forma muito discreta veio a Fortaleza, conversou com a diretoria, tomou, por certo, decisões importantes e está voltando a São Paulo. Em razão de não ter se exposto muito diante da mídia, parte da imprensa, a sensacionalista, ou em outras palavras, a urubulina, está reclamando desse seu posicionamento, para o qual bato palmas, pois defendo a premissa de que o Fortaleza tem que se proteger mais da sanha desse pessoal.

 

Agindo com profissionalismo, e isso poucos dizem, visto que o que dar Ibope é malhar, criar boatos e factoides e denegrir a imagem das pessoas, a diretoria, visando defender e preservar os diretos do clube,  rescindiu com o Bruno Melo e de imediato renovou o seu contrato até 2020.

 

Uma atitude das mais sensatas para com um atleta que iniciou o ano sem infundir muita confiança na torcida e que, aproveitando a chance, que não aparece sempre, terminou a jornada como um dos melhores jogadores do clube. Atrevo-me a dizer e a vaticinar   que o Bruno, mesmo o Fortaleza contratando um bom jogador para a posição, será o titular na Série B.

 

Pensamento do Dia –20 Ora, àquele que é poderoso para fazer tudo muito mais abundantemente além daquilo que pedimos ou pensamos, segundo o poder que em nós opera. (Efésios 3:20).

 

Por hoje c’est fini.

Please reload

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Instagram Social Icon
POR TRÁS DO BLOG
Advíncula Nobre

Advíncula Nobre, colaborava com o site Razão Tricolor e quando esse encerrou, passei a colaborar com os Leões da Caponga, que também encerrou as atividades, quando então ainda residindo em Guarabira (PB), resolvi criar o site para publicar a Coluna do Nobre, que eu já publicava no Leões da Caponga. Isso aconteceu há cerca de 11 (onze) anos. Sou formado em História pela Universidade Estadual da Paraíba, turma de 1989 e funcionário aposentado do Banco do Brasil. Torço pelo Fortaleza Esporte Clube desde Outubro de 1960 e comecei a frequentar o Estádio Presidente Vargas, na condição de menino pobre na "hora do pobre". O estádio abria 15 minutos antes do término da partida para que os menos favorecidos tivessem acesso. Foi assim que comecei a torcer pelo Fortaleza. Morei em Guarabira (PB) por 27 anos e sempre vinha assistir a jogos do meu time. Guarabira (PB) dista 85 Km de João Pessoa capital Paraíbana e 650 km de nossa cidade Fortaleza (CE). Também morei em Patos (PB), Pau dos Ferros (RN), Nova Cruz (RN) União (PI) e Teresina (PI). Também cursei Administração de Empresas e Direito, em virtude de transferências, não terminei essas duas faculdades. Era o meu emprego e o pão de cada dia ou as faculdades.