Desenvolvido por:

(88) 9 9776 7362

© 2016 por "Fortaleza Sempre". Orgulhosamente criado com Go Gestor

MAGNO ALVES? BRINCADEIRA TEM HORA!

O Programa Tem Bala avalia que somos idiotas, visto que, de quando em vez,  vem com esse tipo de lorota. Agora está tentando emplacar o Magno Alves no Fortaleza. Quero deixar patente para o citado programa que, ao que tudo indica se propõe a representar os interesses do  ex-jogador em questão, que o Magno Alves,  para nós, não passa de um ex-jogador em atividade e que brincadeira tem hora!

 

E serei mais incisivo: Se o dito cujo não presta mais para o Ceará, a quem prestou relevantes serviços e que  um dia desses, lembrando o Belchior, no seu campo era flor, também não presta para o Fortaleza. Por outro lado posso afirmar sem qualquer possibilidade de erro que a torcida do Fortaleza não morre de amores pelo Magno Alves.

 

Vou mais além nessa linha de raciocínio, por acreditar que esse seja o pensamento da Nação Tricolor,  vez que o mesmo, um pouquinho menos que os outros, de quando em vez nos tripudiava, a exemplo do Fernando Henrique e de outros jogadores desprovidos de bons princípios morais. Acredito que ele jamais passará na calçada do Pici, quanto mais adentrar no nosso portão.   Como se diz popularmente: “Que vá procurar a sua turma”.

 

A pergunta que me fizeram, no entanto, é pertinente e faz sentido: E se por uma dessas cargas d’águas o Magno Alves, já decadente, aportar de mala e cuia no Pici? Responderia que, enquanto tricolor que não tem por hábito criticar, até porque “os que mais criticam são os que menos fazem”, teria que aceitar, porém não de bom grado.

 

Confesso que não entendo esse Ranking da CBF, uma vez que o Fortaleza conquistou 800 pontos ao ficar em segundo lugar na Série C, fazendo me crer que avançaria, pelo menos dez posições. Qual nada! Continua no quadragésimo segundo lugar e atrás de alguns clubes que não me consta que tenham tido grandes conquistas nesses últimos anos.

 

Cito apenas alguns clubes para embasar o meu argumento: Oeste, Bragantino, ABC e Joinville.  Desses o ABC, que ganhou o título norte-rio-grandense, pode ser a exceção, porque gostaria muito de saber quais foram as conquistas dos demais. Se alguém souber me informe.

 

O Programa Trem Bala que de vez em quando apresenta umas correspondências atribuídas a terceiros, que têm como objetivo espezinhar o Fortaleza, exibiu ontem uma pretensa carta de um torcedor do Ceará, perguntando se o Fortaleza, que não participará da Copa do Brasil é time grande ou pequeno?

 

Seguindo essa linha de raciocínio e respondendo ao suposto inquiridor, defendo a premissa de que com relação ao Ceará, que não participou da Copa do Nordeste deste ano, uma competição não menos importante, também podemos perguntar: E o Ceará é time grande ou time pequeno?

 

Quem responde? Os parâmetros são os mesmos: Duas competições chanceladas pela CBF, especialmente a Copa do Nordeste que reúne a nata e a casta do futebol nordestino. A participação na Copa do Nordeste é tão importante quanto a da Copa do Brasil. Então não me venham com perguntas bobas e idiotas.

 

Tenho recebido algumas críticas, não muitas, de pessoas que reclamam porque a minha modesta coluna é relativamente extensa, enquanto de outros recebo elogios. Como por hábito abordo assuntos, que procuro comentar com começo meio e fim, sem palavras soltas e bordões, gostaria de receber mais opiniões a respeito.

 

Ressalvo apenas que costumo e gosto de escrever para quem gosta de ler, contudo tenho a humildade necessária para absorver as possíveis críticas, portanto fiquem à vontade. Tenho esse estilo há mais de uma de uma década, mas só quem não muda é a própria mudança.

 

Pensamento do Dia – A gratidão é o único tesouro dos humildes. (William Shakespeare).

 

Por hoje c’est fini.

 

 

 

 

Please reload

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Instagram Social Icon
POR TRÁS DO BLOG
Advíncula Nobre

Advíncula Nobre, colaborava com o site Razão Tricolor e quando esse encerrou, passei a colaborar com os Leões da Caponga, que também encerrou as atividades, quando então ainda residindo em Guarabira (PB), resolvi criar o site para publicar a Coluna do Nobre, que eu já publicava no Leões da Caponga. Isso aconteceu há cerca de 11 (onze) anos. Sou formado em História pela Universidade Estadual da Paraíba, turma de 1989 e funcionário aposentado do Banco do Brasil. Torço pelo Fortaleza Esporte Clube desde Outubro de 1960 e comecei a frequentar o Estádio Presidente Vargas, na condição de menino pobre na "hora do pobre". O estádio abria 15 minutos antes do término da partida para que os menos favorecidos tivessem acesso. Foi assim que comecei a torcer pelo Fortaleza. Morei em Guarabira (PB) por 27 anos e sempre vinha assistir a jogos do meu time. Guarabira (PB) dista 85 Km de João Pessoa capital Paraíbana e 650 km de nossa cidade Fortaleza (CE). Também morei em Patos (PB), Pau dos Ferros (RN), Nova Cruz (RN) União (PI) e Teresina (PI). Também cursei Administração de Empresas e Direito, em virtude de transferências, não terminei essas duas faculdades. Era o meu emprego e o pão de cada dia ou as faculdades.