Desenvolvido por:

(88) 9 9776 7362

© 2016 por "Fortaleza Sempre". Orgulhosamente criado com Go Gestor

UM FORTALEZA EM MOVIMENTO

19 Dec 2017

O Sócio torcedor começou a caminhar com passadas mais largas, condição sine qua non para que o clube possa investir com mais segurança na construção do elenco que, aliás, está sendo feita com muito critério, sem afobação e sem açodamento. Tudo no tempo certo.

 

Na manhã de hoje e sem que ainda sejam contabilizadas as renovações e as novas adesões, amanhecemos com um portfólio de 13.520 sócios adimplentes, para os quais, em razão dos diversos patamares de mensalidade, estimamos uma média líquida, por sócio de R$. 30,00 que corresponde a um montante superior a R$. 400.000,00.

 

São dados que nos mostram sobejamente a importância do sócio torcedor e que nos leva a   conjeturar que o Fortaleza, à medida em que chegar aos 20.000 sócios e continuando essa gestão, que reputo como das mais proativas, indubitavelmente, no menor espaço de tempo possível, estará chegando a autonomia financeira.

 

Aproveitamos o ensejo para parabenizar as  Diretorias Comercial e de Marketing e Social  e Relações Públicas, pelo dinamismo e competência com que vem aproximando o Fortaleza do seu torcedor, além dos ganhos midiáticos, evidentemente que com o apoio da presidência e demais membros do staff diretivo.

 

Costumo dizer que esses diretores estão colocando “o Fortaleza em movimento”, haja vista que o clube saiu da estagnação para ir em busca do seu cliente, sem medir distâncias ou fronteiras e para tanto passou a oferecer novos serviços, como os planos Leão pelo Brasil e Leão do Interior, oferecendo aos torcedores que moram em outras plagas a  oportunidade de  colaborar com o clube.  Nota dez!

 

Nas asas de todos esses momentos de trabalho intenso e belas realizações o clube vem formatando o seu elenco e, neste final de semana e, por coincidência os anúncios são sempre nos fins de semana, anunciou duas contratações que, ao meu ver, balançaram a torcida: O Alan Mineiro e o Gérman Pacheco.

 

 

O Alan Mineiro fez uma excelente Série B pelo Vila Nova e o namoro com o Fortaleza começou ainda com aquela competição em andamento. No ano em curso fez 35 jogos pelo time goiano e marcou 11 gols, numa demonstração cabal de se tratar de uma meia de ligação com características ofensivas. Muito bom em cobranças de faltas. Indiscutivelmente uma boa aquisição.

 

O Gérman Pacheco é um jogador que fez um belo Campeoanto pelo Alianza Lima, sagrando-se campeão peruano e que foi reputado pela imprensa como um dos melhores jogadores da equipe e que, pela versatilidade, atua como meia  de ligação e também como atacante.

 

Na posição de meia fez 32 partidas pelo Alianza, assinalando 8 gols e dando 6 assistências. Com a camisa nove atuou pelo Juan Aurich, também do Peru e, em 54 jogos marcou 18 gols, sendo reputado como o melhor jogador da equipe nas temporadas 2013/2014.

 

Pode haver erro nessas contratações? Pode, porque nenhum jogador vem com um selo de garantia na fronte, contudo, quando agirmos com sensatez e parcimônia as possibilidades de acerto se multiplicam e, consequentemente as de erros se aproximam do zero absoluto.

 

Desta feita não está sendo contatado um caminhão de jogadores, ou um daqueles pacotes em que, praticamente somente um jogador se destaca e os demais ficam no come-dorme. São poucas contratações, feitas de forma cirúrgica, ou como se diz, pontualmente e, a princípio de bons jogadores que têm predicados técnicos para se firmar e para serem ídolos do Tricolor. Fechamos com essa hipótese.

 

Pensamento do Dia – A beleza é a marca do que é bem feito, seja um universo, seja um objeto. (São Tomás de Aquino).

 

Por hoje c’est fini.

 

Please reload

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Instagram Social Icon
POR TRÁS DO BLOG
Advíncula Nobre

Advíncula Nobre, colaborava com o site Razão Tricolor e quando esse encerrou, passei a colaborar com os Leões da Caponga, que também encerrou as atividades, quando então ainda residindo em Guarabira (PB), resolvi criar o site para publicar a Coluna do Nobre, que eu já publicava no Leões da Caponga. Isso aconteceu há cerca de 11 (onze) anos. Sou formado em História pela Universidade Estadual da Paraíba, turma de 1989 e funcionário aposentado do Banco do Brasil. Torço pelo Fortaleza Esporte Clube desde Outubro de 1960 e comecei a frequentar o Estádio Presidente Vargas, na condição de menino pobre na "hora do pobre". O estádio abria 15 minutos antes do término da partida para que os menos favorecidos tivessem acesso. Foi assim que comecei a torcer pelo Fortaleza. Morei em Guarabira (PB) por 27 anos e sempre vinha assistir a jogos do meu time. Guarabira (PB) dista 85 Km de João Pessoa capital Paraíbana e 650 km de nossa cidade Fortaleza (CE). Também morei em Patos (PB), Pau dos Ferros (RN), Nova Cruz (RN) União (PI) e Teresina (PI). Também cursei Administração de Empresas e Direito, em virtude de transferências, não terminei essas duas faculdades. Era o meu emprego e o pão de cada dia ou as faculdades.