Desenvolvido por:

(88) 9 9776 7362

© 2016 por "Fortaleza Sempre". Orgulhosamente criado com Go Gestor

O FORTALEZA JÁ SABE EM QUE DIA JOGARÁ PELO CEARENSE

 

Depois de algumas indefinições por parte da Federação, enfim o Fortaleza tem data e hora certa para estrear. Fará a sua primeira partida no dia 17 de janeiro, às 21:30h, no Presidente Vargas, enfrentando o Uniclinic, que será o mandante da partida, faltando 13 dias para a reentre tricolor no campeonato do ano do seu centenário.

 

Diz o ditado popular que “quem nunca comeu mel, quando come se lambuza”, de modo que, similarmente ao que ocorre todos os anos, não se surpreendam se o Uniclinic começar a colocar as manguinhas de fora pretendendo, dentre outras exigências, dificultar a entrada do sócio tricolor no estádio.

 

Em isso acontecendo será mais um desses absurdos do nosso futebol, que teima em não amadurecer, visto que, sozinho o Time da Precabura não levaria mais do que 100 pessoas ao Presidente Vargas, quanto mais um público superior a 10.000 pessoas,  previsto para esse jogo, em que a torcida tricolor está ávida para ver o seu time jogar. Esperamos que prevaleça o bom senso.

 

Nessa primeira fase o Fortaleza fará nove jogos, cinco como mandante e quatro na condição de visitante. Desses quatro o local da partida contra o Ferroviário, ainda está indefinido. Avaliamos, no entanto, que não seria prudente da parte do mandante tentar levar a partida para  Caucaia, onde mandará os seus jogos, uma praça relativamente acanhada,  que não comportaria a Nação Tricolor.

 

Ademais,  ao que tudo indica, será uma partida de muito apelo em termos de rivalidade, tendo em vista que foi o Time da Barra do Ceará que tirou o Tricolor das finais do Campeonato Cearense de 2017.  

 

A presciência é de que será uma partida de risco quase igual à que será travada contra o Ceará, de modo que, no nosso ponto de vista, deveria ser realizada, prioritariamente,  no Castelão, ou no Presidente Vargas, posto que nenhum outro estádio da nossa capital, ou da Região Metropolitana comportaria um jogo dessa envergadura e que pode ser de definição, vez que acontecerá na última rodada da primeira fase.

 

Na condição de visitante, efetivamente, o Fortaleza  fará tão somente dois jogos fora de casa. O primeiro, no dia 28 de janeiro, quando se defrontará com o Horizonte, às 16 horas, no Estádio Domingão, na cidade de Horizonte, na Região Metropolitana, que dista cerca de 54 quilômetros de Fortaleza.

 

O segundo embate, no dia 10 de fevereiro, um dia de sábado, às 16 horas, contra o Guarani de Juazeiro, pela sétima rodada, na cidade de Juazeiro, que fica na Região do Cariri, e que dista de Fortaleza, cerca de 500 quilômetros.  Pode ser um jogo de risco, tendo como atenuante o fato de que o time tricolor já deve estar mais entrosado.

 

As duas outras partidas como visitante, como sabemos, acontecerão contra Uniclinic e Ferroviário e possivelmente, ambas em locais neutros, haja vista que, contra o Uniclinic o Tricolor atuará no Presidente Vargas e contra o Ferroviário, consoante defendemos, pela importância da partida, tem que se realizar no Presidente Vargas ou no Castelão.

 

No cômputo geral o Fortaleza fará 4 partidas aos domingos:  2 às 16 horas e 2 às 18; 2 partidas nas quartas-feiras:  1 às 19 horas e 1 às 21:30; 2 às quintas-feiras,   ambas ás 20 horas e 1 num dia de sábado, em Juazeiro, às 16 horas. O prenúncio é de que, mercê dessa distribuição, os jogos do Tricolor terão sempre bons públicos.

 

Pensamento do Dia - Sei que tenho muitos anos. Sei que venho do século passado, e que trago comigo todas as idades, mas não sei se sou velho, não. Você acha que eu sou?

 

Por hoje c’est fini.

 

 

 

 

 

 

Please reload

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Instagram Social Icon
POR TRÁS DO BLOG
Advíncula Nobre

Advíncula Nobre, colaborava com o site Razão Tricolor e quando esse encerrou, passei a colaborar com os Leões da Caponga, que também encerrou as atividades, quando então ainda residindo em Guarabira (PB), resolvi criar o site para publicar a Coluna do Nobre, que eu já publicava no Leões da Caponga. Isso aconteceu há cerca de 11 (onze) anos. Sou formado em História pela Universidade Estadual da Paraíba, turma de 1989 e funcionário aposentado do Banco do Brasil. Torço pelo Fortaleza Esporte Clube desde Outubro de 1960 e comecei a frequentar o Estádio Presidente Vargas, na condição de menino pobre na "hora do pobre". O estádio abria 15 minutos antes do término da partida para que os menos favorecidos tivessem acesso. Foi assim que comecei a torcer pelo Fortaleza. Morei em Guarabira (PB) por 27 anos e sempre vinha assistir a jogos do meu time. Guarabira (PB) dista 85 Km de João Pessoa capital Paraíbana e 650 km de nossa cidade Fortaleza (CE). Também morei em Patos (PB), Pau dos Ferros (RN), Nova Cruz (RN) União (PI) e Teresina (PI). Também cursei Administração de Empresas e Direito, em virtude de transferências, não terminei essas duas faculdades. Era o meu emprego e o pão de cada dia ou as faculdades.