Desenvolvido por:

(88) 9 9776 7362

© 2016 por "Fortaleza Sempre". Orgulhosamente criado com Go Gestor

FORTALEZA SE SAI MUITO BEM NO PRIMEIRO JOGO DO ANO: 3 X 0 NO GAMA

14 Jan 2018

 

O Fortaleza venceu o time do Gama, que estreava o pentacampeão mundial pela seleção brasileiro, o zagueiro Lúcio e não tomando  conhecimento desse grande atleta, venceu o time candango por 3 x 0 venceu e poderia ter construído um placar ainda mais dilatado. O Gama praticamente não ofereceu perigo, exceto em duas oportunidades que ensejaram ao goleiro Marcelo Boeck praticar duas grandes defesas.

 

Foi uma bela vitória, que nos anima, haja vista que foi construída  contra um sparring dos mais qualificados, cuja partida deu a oportunidade ao Rogério Ceni de  movimentar a todos os vinte e quatro jogadores relacionados, e que nos deu a certeza de que o nosso treinador está no caminho certo e que tem um time que pode render ainda muito  mais. Valeram a vitória e o bom desempenho da equipe.

 

Com relação ao nosso campeonato temos a certeza de que  quem viu o Ferroviário diante do Iguatu, sem um padrão de jogo definido e levando um sufoco do time da casa no segundo tempo, certamente está admirado dessa goleada por 4 x 0 sobre o Horizonte, até então o líder do campeonato. Com certeza o resultado causou estupefação.  

 

Essa espécie de perplexidade não é para menos,   isto porque o time horizontino vinha de uma excelente vitória sobre o Guarani de Juazeiro, de virada, por 2 x 1, que o credenciava a entrar em campo,  contra o Ferroviário, se não como favorito, mas com possibilidades de brigar por uma vitória.  

 

Se a vitória do Ferroviário, de certa forma,  causou  pasmo imaginem a goleada?  Indiscutivelmente,    a  goleada se constituiu numa grande surpresa, até porque os analistas esperavam uma partida das mais equilibradas. Doravante os analistas, dentre os quais modestamente me incluo, vão   olhar para o Tubarão da Barra, ex-Time da Estrada de Ferro, com outro olhar, dando-lhe mais credibilidade.

 

O Campeonato prossegue hoje com duas partidas, uma das quais contando com a estrela   do Tiradentes, sobre cujo potencial técnico temos pouco a comentar, isto porque o time treinado pelo Juninho Cearense, não conta com muitos medalhões e vem sendo pouco focalizado pela grande imprensa.

 

O pouco que se sabe acerca do time da Polícia Militar e de outros times pequenos e medianos,    vem através da Grande Jogada, da TV Diário e no rádio através da Rádio Assunção, que vem fazendo uma excelente cobertura do campeonato. Alguns programas preferem ridicularizar e fazer chacota da nossa principal competição que, se bem trabalhada, pode ser tornar interessante e rentável.

 

Pinçamos no elenco o goleiro Fábio Lima, que já atuou pelo Fortaleza; o zagueiro Tony Belém, que atuou por quase todos os nossos times medianos; o Patuta, irmão do Daniel Sobralense, com passagem pelo Fortaleza e que  foi revelado pelo Guarany de Sobral e o André Cassaco, que se notabilizou no Horizonte e que passou por  alguns times do futebol gaúcho e paulista.

 

É com essa espinha dorsal que o Time da Polícia Militar pretende surpreender o Floresta que, na primeira partida ficou no empate de zero a zero com o  Maranguape, porém, dominando inteiramente as ações. O Floresta tem alguns jogadores conhecidos como, Michel, ex-Ceará; Elanardo,   que atuou por vários clubes cearenses e o Otacílio Neto, que jogou pelo Corinthians paulista.

 

Na outra partida o Maranguape recebe o Iguatu. Baseando-me na produtividade dos dois clubes na primeira rodada arriscar-me-ia a defender a tese de que o time do Sertão Centro-Sul leva uma ligeira vantagem sobre o time maranguapense. Iguatu, o nono maior município cearense, tem uma população de cerca de 102.000 habitantes e dista 380 quilômetros de Fortaleza.

 

Na primeira rodada o time iguatuense recebeu em casa o Ferroviário, numa partida das mais pobres tecnicamente e ficou no empate de 1 x 1, reflexo de duas penalidades controversas marcadas pelo péssimo árbitro César Magalhães, useiro e vozerio em prejudicar o Fortaleza. Não nos cansaremos de lembrar isso.

 

Pode ocorrer que os dois times venham a melhorar tecnicamente a partir desta rodada, e que passe a apresentar um futebol mais vistoso, melhor concatenado e organizado e digno de nota, contudo, pelo que vi na primeira rodada arriscar-me-ei a afirmar que a peleja tem grandes probabilidades de sair empatada.   

 

Pensamento  do Dia - O termômetro do sucesso é apenas a inveja dos descontentes.(Salvador Dalí).

 

Por hoje c’est fini.

 

 

 

Please reload

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Instagram Social Icon
POR TRÁS DO BLOG
Advíncula Nobre

Advíncula Nobre, colaborava com o site Razão Tricolor e quando esse encerrou, passei a colaborar com os Leões da Caponga, que também encerrou as atividades, quando então ainda residindo em Guarabira (PB), resolvi criar o site para publicar a Coluna do Nobre, que eu já publicava no Leões da Caponga. Isso aconteceu há cerca de 11 (onze) anos. Sou formado em História pela Universidade Estadual da Paraíba, turma de 1989 e funcionário aposentado do Banco do Brasil. Torço pelo Fortaleza Esporte Clube desde Outubro de 1960 e comecei a frequentar o Estádio Presidente Vargas, na condição de menino pobre na "hora do pobre". O estádio abria 15 minutos antes do término da partida para que os menos favorecidos tivessem acesso. Foi assim que comecei a torcer pelo Fortaleza. Morei em Guarabira (PB) por 27 anos e sempre vinha assistir a jogos do meu time. Guarabira (PB) dista 85 Km de João Pessoa capital Paraíbana e 650 km de nossa cidade Fortaleza (CE). Também morei em Patos (PB), Pau dos Ferros (RN), Nova Cruz (RN) União (PI) e Teresina (PI). Também cursei Administração de Empresas e Direito, em virtude de transferências, não terminei essas duas faculdades. Era o meu emprego e o pão de cada dia ou as faculdades.