Desenvolvido por:

(88) 9 9776 7362

© 2016 por "Fortaleza Sempre". Orgulhosamente criado com Go Gestor

DE BATE-PRONTO

 

1 – Daqui há pouco quando entrarem em campo completar-se-ão 857 dias em que o Ceará não sente o sabor de uma vitória sobre o Fortaleza. E em que pese o César Magalhães o tabu vai continuar.

 

2 – A última vitória do rival sobre o Tricolor aconteceu pela Taça fares Lopes de 2015, precisamente no dia 1 de outubro quando o Tricolor, atuando com o Sub-20 foi derrotado pelo time principal do Ceará por 4 x 1.

 

3 – Fortaleza não terá Igor Henrique, com que nos solidarizamos, em razão da passagem da sua genitora. Só quem perdeu um ente querido sabe a extensão dessa dor. Que Deus o conforte.

 

4 – Não esqueçam de colaborar cm a Rifa leão 100, são 10 prêmios. O primeiro é uma moto Titan. O bilhete custa R$. 10,00.

 

5 – Fortaleza está escalado com:  Marcelo Boeck; Tinga, Diego Jussani, Ligger e Bruno Melo; Anderson Uchôa, Pablo e João Henrique ; Alípio, Léo Natel e Gustavo Técnico: Rogério Ceni Ceará

 

6 – Não haverá exame antidoping. Deveria haver. O histórico do rival nesse campo é nebuloso.

 

7 – “Clássico é clássico e vice-versa”, já dizia o Jardel, portanto não tem favorito, mas o momento do Fortaleza é melhor.

 

8 – Comparando as defesas: Fortaleza: 4 gols sofridos, ou 0,8 por partida, incide ainda elevado. Ceará: 8 gols ou 1,6 gols por partida, o dobro do Tricolor.

9 – Os ataques estão mais equilibrados. O Fortaleza em cinco jogos marcou 12 gols, ou 2,4 gols por embate e o Ceará 10, ou 2 gols por partida.

 

10 -  O público esperado, em razão do jogo não ter caráter decisivo, é em torno de 35.000 espectadores, mais em função da grande rivalidade. O Fortaleza vencendo sacramenta a classificação.

Please reload

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Instagram Social Icon
POR TRÁS DO BLOG
Advíncula Nobre

Advíncula Nobre, colaborava com o site Razão Tricolor e quando esse encerrou, passei a colaborar com os Leões da Caponga, que também encerrou as atividades, quando então ainda residindo em Guarabira (PB), resolvi criar o site para publicar a Coluna do Nobre, que eu já publicava no Leões da Caponga. Isso aconteceu há cerca de 11 (onze) anos. Sou formado em História pela Universidade Estadual da Paraíba, turma de 1989 e funcionário aposentado do Banco do Brasil. Torço pelo Fortaleza Esporte Clube desde Outubro de 1960 e comecei a frequentar o Estádio Presidente Vargas, na condição de menino pobre na "hora do pobre". O estádio abria 15 minutos antes do término da partida para que os menos favorecidos tivessem acesso. Foi assim que comecei a torcer pelo Fortaleza. Morei em Guarabira (PB) por 27 anos e sempre vinha assistir a jogos do meu time. Guarabira (PB) dista 85 Km de João Pessoa capital Paraíbana e 650 km de nossa cidade Fortaleza (CE). Também morei em Patos (PB), Pau dos Ferros (RN), Nova Cruz (RN) União (PI) e Teresina (PI). Também cursei Administração de Empresas e Direito, em virtude de transferências, não terminei essas duas faculdades. Era o meu emprego e o pão de cada dia ou as faculdades.