Desenvolvido por:

(88) 9 9776 7362

© 2016 por "Fortaleza Sempre". Orgulhosamente criado com Go Gestor

UM POUCO DA HISTÓRIA DOS SISTEMAS TÁTICOS

15 Feb 2018

 

Todos nós que nos propomos a escrever e que somos responsáveis pelo que colocamos no papel, temos a obrigação de pesquisar um pouco, com o fito de não escrever baboseiras e de bem informar, até porque, ninguém é dono da verdade, pois a verdade está em Deus e não em nós simples mortais, conforme nos ensina o Livro Sagrado em São João, 14,6.

 

Dessa forma, pesquisamos um pouco sobre os principais sistemas táticos existentes no futebol, e são muitos, acentuando que a FIFA só reconhece oficialmente seis: 1-1-8, WM, 4-2-4, 4-3-3, 4-4-2 e 3-5-2. Lembramos que o 4-4-2 e 0 3-5-2 são os esquemas mais utilizados atualmente no mundo. Todos os demais são variantes desses esquemas.

 

O 3-5-2, que está entre os mais usados no planeta do futebol é exatamente um dos mais novos, não sendo, pois, “medieval”, como alguns escrevinhadores teimam em afirmar. Nasceu na década de 80 e foi apresentado ao mundo em 1984, através da seleção holandesa, então treinada pelo alemão Sepp Piontek e consistia numa alteração a partir do 4-4-2.

 

Originalmente o treinador verificou que os clubes se defendiam com quatro zagueiros (4-4-2)que enfrentavam dois atacantes, assim o treinador da Holanda adiantou um dos zagueiros para o meio de campo, que passou  a ser chamado de líbero, o qual passava a compor o meio de campo quando o time atacava e se incorporava à defesa quando era atacado.

 

Ressalte-se que no Brasil o 3-5-2 não é puro de origem, o chamado PO, posto que, no modelo brasileiro o terceiro zagueiro passa a se incorporar definitivamente à defesa, chamado “zagueiro da sobra” e, de vez em quando,  um desses defensores apoiam discretamente o meio de campo, o que é uma raridade e talvez por essa razão o modelo seja taxado como defensivo, quando na verdade foi imaginado para ser ofensivo.

 

O 4-4-2 foi criado pelo técnico inglês Alf  Ramsey, na década de 60 e foi disseminado via seleção inglesa, campeã de 1966e que é uma variação  do 4-2-4, em que um dos atacantes foi recuado para fortalecer o meio de campo, vemos dessa forma que, teoricamente, a filosofia do 4-4-2 é mais defensiva do que o 3-5-2. O 3-5-2 avançou um homem e o 4-4-2 recuou.

 

O 4-3-3 não tem a sua origem bem definida e delineada. Foi utilizado quase que simultaneamente por clubes da Inglaterra, da Escócia e da Holanda e foi consagrado pela seleção holandesa em 1974.  Configura-se como um sistema dos mais ofensivos, vez que, um dos meio-campistas do tradicional 4-4-2 foi avançado para compor o ataque.  

 

O 4-3-3, praticamente resgatou os antigos pontas, pois se compõe de um atacante-referência no meio, fazendo o pivô, e dois atacantes abertos  pelas pontas, cujos analistas atualmente cognominam de “atacantes pelas beiradas”.

 

A diferença do 4-3-3 para o antigo 4-2-4, que se compunha de dois pontas, é que naquele modelo, invariavelmente os ponteiros iam à linha de fundo e cruzavam para os dois  atacantes restantes e para o ponta de lança, uma espécie de segundo atacante, em cuja posição o Pelé foi o maior e que vinha de trás.

 

No 4-3-3 os atacantes geralmente entram em diagonal para contar com o apoio dos laterais ou dos alas que, no 4-2-4 não passavam do meio de campo. O Nilton Santos foi o primeiro a quebrar a regra em1958, quando avançou, sem o aval do Feola e fez o terceiro gol do Brasil contra a Suíça.

 

Se formos falar em medieval, temos que falar do 4-4-2, que começou a ser utilizado na década de 20 e que chegou aos anos 50, do século passado, e que foi substituído pelos três esquemas mais novos, pela ordem, 4-4-2, 4-3-3 e 3-5-2, que são os principais modelos usados atualmente, com algumas variações, que, conforme vimos, ainda não são reconhecidas pela FIFA, assim como o 4-3-1-2, e assim por diante.

 

Desse modo,  visando encerrar o assunto, frisamos que  o “caçula”  3-5-2, que surgiu em 1984, tem apenas 34 anos e está muito longe ser “medieval”. O 4-4-2 tem cerca de cinquenta anos e o 4-3-3 um pouco mais de quarenta. O 4-4-2 surgiu na Inglaterra e o 4-3-3 na Inglaterra,  Holanda e Escócia, mas foi a seleção holandesa que o consagrou ao apresenta-lo ao mundo dm 1974.

 

Pensamento do Dia-  Escrever é uma arte, mas pode ser um desastre.

 

Por hoje c’est fini.

 

 

Please reload

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Instagram Social Icon
POR TRÁS DO BLOG
Advíncula Nobre

Advíncula Nobre, colaborava com o site Razão Tricolor e quando esse encerrou, passei a colaborar com os Leões da Caponga, que também encerrou as atividades, quando então ainda residindo em Guarabira (PB), resolvi criar o site para publicar a Coluna do Nobre, que eu já publicava no Leões da Caponga. Isso aconteceu há cerca de 11 (onze) anos. Sou formado em História pela Universidade Estadual da Paraíba, turma de 1989 e funcionário aposentado do Banco do Brasil. Torço pelo Fortaleza Esporte Clube desde Outubro de 1960 e comecei a frequentar o Estádio Presidente Vargas, na condição de menino pobre na "hora do pobre". O estádio abria 15 minutos antes do término da partida para que os menos favorecidos tivessem acesso. Foi assim que comecei a torcer pelo Fortaleza. Morei em Guarabira (PB) por 27 anos e sempre vinha assistir a jogos do meu time. Guarabira (PB) dista 85 Km de João Pessoa capital Paraíbana e 650 km de nossa cidade Fortaleza (CE). Também morei em Patos (PB), Pau dos Ferros (RN), Nova Cruz (RN) União (PI) e Teresina (PI). Também cursei Administração de Empresas e Direito, em virtude de transferências, não terminei essas duas faculdades. Era o meu emprego e o pão de cada dia ou as faculdades.