Desenvolvido por:

(88) 9 9776 7362

© 2016 por "Fortaleza Sempre". Orgulhosamente criado com Go Gestor

RODADA DE DEFINIÇÕES - PRIMEIRAS POSIÇÕES E ÚLTIMA VAGA PARA A SEMIFINAL

22 Mar 2018

 

A última rodada do cearense após marchas e contramarchas será realizada hoje, isto após os entreveros, que podemos chamar de polêmicas vazias,  cujo cordão foi puxado pelo Ferroviário, que ao lado do Ceará, aprovou uma tabela, em que haviam horários de jogos conflitantes e, a despeito de  terem em mãos, ou pelo menos deveriam ter, a tabela da Copa do Nordeste, divulgada muito antes da tabela do Cearense ser aprovada.

 

Como “águas passadas não movem moinhos” vamos ao que interessa, a rodada de hoje, na qual todos os clubes, sem nenhuma exceção, estão brigando por posições dentro da tabela e 3 deles pela classificação para as semifinais.

 

No primeiro grupo estão Floresta, primeiro colocado com 10 pontos; Ceará, segundo posicionado com 8 e Fortaleza na terceira colocação, com 7. O Floresta mantém a posição se vencer ou empatar com o Ceará. O Ceará, por sua vez, classifica-se em primeiro lugar se vencer o Floresta.

 

O Fortaleza não mais pode lutar pela primeira colocação podendo, no entanto, pugnar pela segunda e,  para tanto,  precisa torcer para que o Ceará vença o Floresta, pelo menos por  1 x 0. O Ceará iria para 11 pontos, ficando em primeiro o grupo e o Floreta permaneceria com 10.

 

Nesse caso o Fortaleza teria que vencer o Ferroviário por uma diferença de 3 gols, igualando-se ao Floresta em pontos, vitórias e saldo de gols, superando-o, entretanto, nos gols a favor, 9 contra 6. Quanto maior for a diferença de gols pró Ceará no embate   contra o Floresta, menor será a necessidade de gols do Tricolor contra o Ferroviário.

 

Inexiste a possibilidade do Fortaleza ser o quarto colocado, tendo em vista que o último classificado, Uniclinic, Iguatu ou Ferroviário só poderá chegar a 5 pontos.

 

O Ceará vencendo o confronto assume a ponta e se digladiará nas semifinais com o quinto colocado, que sairá dos três clubes que citamos, que brigam pela última vaga. O Ceará vencendo se livra do Floresta, vez que a outra semifinal será entre Fortaleza e Floresta.

 

Temos visto nas redes sociais a preocupação da torcida tricolor diante da possibilidade aventada de o Ceará   abrir  o jogo contra ao Floresta para pegar na semifinal o Tricolor de Aço. Primero se isso acontecer o nosso rival  se arvoraria de ser imbatível e ainda por cima tripudiaria o Fortaleza, a quem implicitamente consideraria  presa fácil.

 

Em segundo lugar não acredito que o Time de Porangabuçu cometa a insensatez de ir para uma semifinal contra o Fortaleza em desvantagem, pois a regra é clara: Em caso de empate em pontos e saldo de gols, passa para à  final o time que tiver a melhor campanha na fase anterior. Pago para ver o Ceará ir para essa disputa na desvantagem.

 

Rodada que tem clássico e que tem disputa por vagas nas semifinais, de modo que fica muito difícil, quase impossível,  estabelecermos favoritos. Buscamos a produtividade dos clubes nas últimas cinco partidas, parâmetro que avaliamos com dos mais seguros,  para avaliarmos as tendências e não o favoritismo, nesses confrontos.

 

O Floresta apresenta a melhor campanha, com 11 pontos conquistados nos últimos 5 jogos, empatado cabeça a cabeça, exatamente com o Ceará, com a mesma pontuação. O Ceará leva vantagem nos gols marcados, 12 contra 7.  

 

O Fortaleza vem em terceiro lugar com 10 pontos conquistados nos últimos 5 jogos, enquanto o Ferroviário, nas mesmas 5 partidas, marcou somente 3. Nos gols sofridos também a diferença é gritante, vez que o Tricolor de Aço sofreu apenas 3 gols e o oponente sofreu nada mais e nada menos do que 11.

 

O Iguatu, nos últimos 5 jogos, tem a quarta melhor campanha, tendo somado 5 pontos, contra penas 3 do Uniclinic. Marcou 8 gols, enquanto o Uniclinic assinalou somente 2. O seu problema é que a defesa se escancarou, sofrendo 10 gols, porquanto a do oponente levou apenas 4.

 

Por essa análise, e em se mantendo a tendência, e ressaltamos que não temos bola de cristal, os favoritos seriam Ceará, Fortaleza e Iguatu. Futebol, no entanto, não é uma ciência exata e nem uma receita de bolo em que se colocam os ingredientes e o produto final sai de acordo como figurino. Esperemos.

 

Pensamento do dia – Daria tudo que sei pela metade do que ignoro. (René Descartes).

 

Por hoje c’est fini.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Please reload

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Instagram Social Icon
POR TRÁS DO BLOG
Advíncula Nobre

Advíncula Nobre, colaborava com o site Razão Tricolor e quando esse encerrou, passei a colaborar com os Leões da Caponga, que também encerrou as atividades, quando então ainda residindo em Guarabira (PB), resolvi criar o site para publicar a Coluna do Nobre, que eu já publicava no Leões da Caponga. Isso aconteceu há cerca de 11 (onze) anos. Sou formado em História pela Universidade Estadual da Paraíba, turma de 1989 e funcionário aposentado do Banco do Brasil. Torço pelo Fortaleza Esporte Clube desde Outubro de 1960 e comecei a frequentar o Estádio Presidente Vargas, na condição de menino pobre na "hora do pobre". O estádio abria 15 minutos antes do término da partida para que os menos favorecidos tivessem acesso. Foi assim que comecei a torcer pelo Fortaleza. Morei em Guarabira (PB) por 27 anos e sempre vinha assistir a jogos do meu time. Guarabira (PB) dista 85 Km de João Pessoa capital Paraíbana e 650 km de nossa cidade Fortaleza (CE). Também morei em Patos (PB), Pau dos Ferros (RN), Nova Cruz (RN) União (PI) e Teresina (PI). Também cursei Administração de Empresas e Direito, em virtude de transferências, não terminei essas duas faculdades. Era o meu emprego e o pão de cada dia ou as faculdades.