Desenvolvido por:

(88) 9 9776 7362

© 2016 por "Fortaleza Sempre". Orgulhosamente criado com Go Gestor

TODO CUIDADO É POUCO, O CRICIÚMA NÃO ESTÁ MORTO.

22 May 2018

 

A sétima rodada está iniciando hoje,  com dois jogos, ambos da  mais elevada monta, por envolver em cada um deles, clubes do G-4 e que pugnam entre  si pela primeira posição.

 

A rodada será aberta às 19h15m, no Estádio Rei Pelé,  com o prélio CSA x Figueirense, em que a vitória do time alagoano lhe dará, a primeira colocação do certame vez que passa a somar 2 pontos a mais do que o Fortaleza, colocando pressão sobre o Tricolor, no embate contra o Criciúma.  

 

São dos times em situações antagônicas. O CSA vem de três vitórias consecutivas, duas das quais fora de casa sobre Londrina, 2 x 1 e Criciúma 3 x 1 e em casa sobre o Boa por 1 x 0.

 

O Figueirense, no reverso da medalha,  vem de três derrotas: 0 x 1 para o Brasil de Pelotas e 3 x 1 para o Fortaleza, ambas fora de casa e 0 x 1 para o Avaí, no clássico catarinense.

 

O interessante é que nessas duas rodadas o Fortaleza e o CSA têm em   comum o mesmo adversário, o Figueirense, que foi derrotado pelo Tricolor e que a agora está na alça de mira do time alagoano, que precisa vencê-lo para ser alçado à primeira posição da tabela. Indiscutivelmente o CSA, que venceu todos os seus compromissos em casa é o favorito da partida.

 

No outro jogo, ainda mais importante, do ponto de vista do Tricolor, o Fortaleza se digladia com o Criciúma, em  busca de uma vitória que o manterá na primeira posição, ora ameaçada pelo CSA.

 

O Fortaleza, que está invicto na competição, consoante os analistas é o favorito com 65,9% de chances de sair vencedor, restando 21,3% de possibilidades para o oponente. O empate fica com 21,1%.

 

O Tricolor vem de três bons resultados: 3 x 1 no Figueirense, fora de casa; 3 x 0 no Goiás em casa e 1 x 1 com o Londrina, fora de casa, em partida que foi muito prejudicado pela arbitragem, vez que teve um gol legítimo anulado e uma penalidade clara,  a seu favor, não assinalada.

 

O Criciúma, que tem apenas 1 ponto na competição, fruto do empate em casa, na última rodada, em 1 x 1, contra o Juventude, vem de outros dois resultados péssimos, uma vez que foi derrotado em casa pelo CSA por 3 x 1 e fora de casa perdeu para o Guarani por 1 x 0.

 

A condição do favoritismo, que não é ruim, porque significa que o clube com este handicap se encontra muito bem na tabela,     contudo, não deixa de ser um peso, principalmente na condição de mandante, pela responsabilidade que essa situação encerra.

 

O Fortaleza, no entanto, cônscio dessa obrigação, por certo respeitará o oponente,  mas com a força de quem vem em melhor situação, deve buscar essa vitória, muito importante por consolidar a sua boa fase e especialmente por atuar diante da sua torcida, de quem não faltará apoio.  

 

Por essa razão conclamamos a todos os tricolores a se fazerem presentes na noite de hoje no Castelão, objetivando apoiar e   incentivar o clube na busca desses três pontos, muito importantes em termos de classificação e de autoafirmação do elenco. Lugar de tricolor é no Castelão.

 

Por hoje c’est fini.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Please reload

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Instagram Social Icon
POR TRÁS DO BLOG
Advíncula Nobre

Advíncula Nobre, colaborava com o site Razão Tricolor e quando esse encerrou, passei a colaborar com os Leões da Caponga, que também encerrou as atividades, quando então ainda residindo em Guarabira (PB), resolvi criar o site para publicar a Coluna do Nobre, que eu já publicava no Leões da Caponga. Isso aconteceu há cerca de 11 (onze) anos. Sou formado em História pela Universidade Estadual da Paraíba, turma de 1989 e funcionário aposentado do Banco do Brasil. Torço pelo Fortaleza Esporte Clube desde Outubro de 1960 e comecei a frequentar o Estádio Presidente Vargas, na condição de menino pobre na "hora do pobre". O estádio abria 15 minutos antes do término da partida para que os menos favorecidos tivessem acesso. Foi assim que comecei a torcer pelo Fortaleza. Morei em Guarabira (PB) por 27 anos e sempre vinha assistir a jogos do meu time. Guarabira (PB) dista 85 Km de João Pessoa capital Paraíbana e 650 km de nossa cidade Fortaleza (CE). Também morei em Patos (PB), Pau dos Ferros (RN), Nova Cruz (RN) União (PI) e Teresina (PI). Também cursei Administração de Empresas e Direito, em virtude de transferências, não terminei essas duas faculdades. Era o meu emprego e o pão de cada dia ou as faculdades.