Desenvolvido por:

(88) 9 9776 7362

© 2016 por "Fortaleza Sempre". Orgulhosamente criado com Go Gestor

DEGRAUS PARA SUBIR

18 Jul 2018

DEGRAUS PARA SUBIR

 

 

DEGRAUS PARA SUBIR

 

Diz o adágio popular que não adianta queremos queimar etapas, ou seja, não nos convém querer, como resultado da nossa ansiedade, procurar “colocar os carros na frente dos bois”, aliás esse é um ensinamento dos nossos ancestrais, que virou ditado.

 

Estamos nos preocupando lá na frente, com a ascensão, quando na verdade devemos seguir todas as etapas, que são três, e que fazem parte do planejamento do Fortaleza para a Série B, além de, evidentemente, alimentar os sonhos e quimeras do torcedor tricolor.

 

Nessa escada, cujos degraus temos que escalar ou galgar um a um, no primeiro  se situa o direito de permanência na Série B, que ainda não conquistamos. Fizemos estudos dos clubes que permaneceram na divisão nos últimos cinco anos  e constatamos que  a média para continuar é de 44 pontos.

 

Por medida de segurança e para não depender de outros critérios, vamos trabalhar com 45 pontos, de modo que o Fortaleza tem 29, faltando, portanto, 16 pontos para que venha a atingir o seu primeiro objetivo.  16 pontos correspondem a 5 vitórias e 1 empate. 

 

Atingido o primeiro temos que alçar o segundo degrau, dessa escada íngreme e polvilhada de obstáculos, no qual se localiza, inacessível para muitos, a ascensão à Série A. Para atingir a esse patamar o Fortaleza necessita somar 64 pontos que, convenhamos, não é tão fácil num campeonato dos mais nivelados.

 

O Fortaleza tem 29 pontos e para chegar aos 64 necessita conquistar mais 35, que correspondem a 11 triunfos e 2 empates, confirmando-se as previsões de que para ascender ao grupo de elite o clube necessita,  pelo menos,  de 20 vitórias.

 

Agora vamos para o nosso sonho de consumo, que é o título, na busca do qual o Fortaleza já bateu na trave em cinco decisões. Temos dois vices da Série A, dois da Série B e um da Série C, estando mais do que na hora de conquistarmos esse troféu tão desejado e almejado, além de merecido, pela Nação Tricolor. A hora é essa temos uma diretoria que trabalha, um bom plantel e um treinador top de linha.

 

Para conquistar essa façanha,  e tendo em   mente a média de pontos dos últimos  cinco campeões,  o Tricolor precisa de 72 pontos. Pode conquistar até com 70, mas o prenúncio neste ano é o de que os clubes farão muitos pontos e a disputa será cabeça a cabeça.

 

O Tricolor que tem 29 pontos e necessita de mais  14 triunfos e 1 empate. Geralmente os clubes tem conseguido o título com 20 vitórias e 10 empates. O Fortaleza, que tem desempenho de 64% e se quiser brigar pelo título não pode oscilar muito, tendo que manter a produtividade em torno de 62%.

 

Não existe varinha de condão. Temos que galgar, passo a passo, três degraus, nos quais estão os números que temos obrigatoriamente que conquistar: 45 pontos; 64 e 72, esse podendo diminuir para 70. Estou sonhando com o último patamar, mas cônscio de que todos os degraus dessa escada  são importantes, razão por que temos que comemorar efusivamente a conquista de cada um deles.

 

Por hoje c’est fini.

 

 

 

 

 

 

 

Please reload

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Instagram Social Icon
POR TRÁS DO BLOG
Advíncula Nobre

Advíncula Nobre, colaborava com o site Razão Tricolor e quando esse encerrou, passei a colaborar com os Leões da Caponga, que também encerrou as atividades, quando então ainda residindo em Guarabira (PB), resolvi criar o site para publicar a Coluna do Nobre, que eu já publicava no Leões da Caponga. Isso aconteceu há cerca de 11 (onze) anos. Sou formado em História pela Universidade Estadual da Paraíba, turma de 1989 e funcionário aposentado do Banco do Brasil. Torço pelo Fortaleza Esporte Clube desde Outubro de 1960 e comecei a frequentar o Estádio Presidente Vargas, na condição de menino pobre na "hora do pobre". O estádio abria 15 minutos antes do término da partida para que os menos favorecidos tivessem acesso. Foi assim que comecei a torcer pelo Fortaleza. Morei em Guarabira (PB) por 27 anos e sempre vinha assistir a jogos do meu time. Guarabira (PB) dista 85 Km de João Pessoa capital Paraíbana e 650 km de nossa cidade Fortaleza (CE). Também morei em Patos (PB), Pau dos Ferros (RN), Nova Cruz (RN) União (PI) e Teresina (PI). Também cursei Administração de Empresas e Direito, em virtude de transferências, não terminei essas duas faculdades. Era o meu emprego e o pão de cada dia ou as faculdades.