Desenvolvido por:

(88) 9 9776 7362

© 2016 por "Fortaleza Sempre". Orgulhosamente criado com Go Gestor

INÍCIO DE RODADA RELATIVAMENTE BOM PARA O FORTALEZA

Autor: ADVÍNCULA NOBRE

 

 

 

INÍCIO DE RODADA RELATIVAMENTE BOM PARA O FORTALEZA

 

A 30ª rodada teve o seu pontapé inicial, ou o seu arranque, nesta terça-feira com quatro jogos, dois dos quais sem nenhuma importância para o G-4 e dois diretamente ligados ao grupo de elite. Foi uma rodada, no entanto que, em quase a sua totalidade, derrubou os matemáticos vez que apenas e tão somente o CSA confirmou a sua supremacia sobre o adversário.

 

Diga-se de passagem que neste embate o empate faria muito bem ao Tricolor de Aço, contudo nem sempre conseguimos tudo o que queremos. Já dizia o pensador Céfa Schiat que “infelizmente nada é como queremos, e nem tão pouco como planejamos. O fato é que em tudo aprendemos”.

 

E aprendemos neste início de rodada que o Fortaleza, inquestionavelmente, terá que fazer a sua parte, posto que, se fraquejar os adversários farão tudo para tomar a sua dianteira e ocupar um lugar privilegiado que, à essa altura do campeonato, é cobiçado por todos.

 

A grande lição é que o Fortaleza depende somente de si próprio para continuar na liderança, posto que, em saindo vencedor, acumulará a chamada gordura boa,     representada pelo colesterol HDL, que é a gordura sanguínea que faz bem à nossa saúde.

 

Nada melhor para a saúde tricolor e por extensão para a nossa torcida, se o HDL do time subir para 6 pontos, distância excelente e providencial para o segundo posicionado.  Daqui para frente a dieta recomendável é de gordura saudável e em abundância. Queira Deus!

 

Aprendemos também que não devemos subestimar nenhum adversário. O Goiás que se apresentava como favorito absoluto para conquistar o triunfo, com 42% de chances, empatou com um adversário que tinha apenas 21% de probabilidades de vencer. Prevaleceu o empate, que contava com 37% e que era a segunda hipótese mais provável de vir a acontecer.

 

Podemos concluir que nesta rodada, que ainda está no seu início, o Goiás, ao empatar em 0 x 0 com o Londrina, foi o time que teve mais perdas, tendo em vista que desperdiçou a chance, dentro dos seus domínios,   de sair vitorioso e de se consolidar no segunda lugar e com a diferença de apenas um ponto para o Tricolor.

 

O Londrina conseguiu um empate que podemos reputar como excelente e honroso, principalmente se considerarmos que o time goiano era o favorito, somando um precioso pontinho, chegando aos 41 e galgando a oitava posição, da qual só pode ser defenestrado pelo Coritiba, que ainda joga contra o Juventude.

 

No Rei Pelé aconteceu um resultado que já estava no script e que não foi muito bom para o Tricolor, haja vista que o CSA, confirmando o favoritismo de 35%, triunfou por 1 x 0 sobre o Paysandu, que acumulou 2 derrotas consecutivas, determinantes para que continue na 18ª posição e na zona de rebaixamento.

 

Tivesse trinfado chegaria a 33 pontos, suplantando o Juventude, que tem 32 e que atuará fora de casa contra o Coritiba. Nesta rodada o time paraense viu esmaecer-se o sonho, alimentado fervorosamente pela sua torcida, de sair da zona maldita.

 

Para tristeza da torcida bicolor o Paysandu dominou durante todo o primeiro tempo, criou pelo menos três chances reais de gol, uma delas flagrante, mas faltou competência aos seus atacantes no momento do arremate final. Uma pena! Do ponto de vista tricolor o empate seria o resultado ideal.

 

O Fortaleza terá um jogo arriscado, diante do Brasil de Pelotas, que deu uma arrancada considerável nas últimas 5 partidas, conquistando 9 pontos em 15 possíveis e deixando,  como consequência,  a zona maldita.  

 

Para termos uma ideia das dificuldades a serem enfrentadas pelo Tricolor, o Brasil nas últimas 5 rodadas apresenta um percentual de aproveitamento de 60%, próprio de quem está na liderança, visto que o do Fortaleza é de 60,9% e o desempenho do segundo colocado, o Goiás, é de 55,6%. Temos que nos preparar para um jogo duríssimo.

 

Lembrem-se meus caros sócios tricolores: No dia 6 sufraguem a Chapa 918 – Manoelzinho – para o Conselho de Ética, que tem realizações e que prima pela UNIÃO de todos os tricolores e pela PAZ  no seio da Nação Tricolor.

 

Por hoje c’est fini.

 

 

Please reload

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Instagram Social Icon
POR TRÁS DO BLOG
Advíncula Nobre

Advíncula Nobre, colaborava com o site Razão Tricolor e quando esse encerrou, passei a colaborar com os Leões da Caponga, que também encerrou as atividades, quando então ainda residindo em Guarabira (PB), resolvi criar o site para publicar a Coluna do Nobre, que eu já publicava no Leões da Caponga. Isso aconteceu há cerca de 11 (onze) anos. Sou formado em História pela Universidade Estadual da Paraíba, turma de 1989 e funcionário aposentado do Banco do Brasil. Torço pelo Fortaleza Esporte Clube desde Outubro de 1960 e comecei a frequentar o Estádio Presidente Vargas, na condição de menino pobre na "hora do pobre". O estádio abria 15 minutos antes do término da partida para que os menos favorecidos tivessem acesso. Foi assim que comecei a torcer pelo Fortaleza. Morei em Guarabira (PB) por 27 anos e sempre vinha assistir a jogos do meu time. Guarabira (PB) dista 85 Km de João Pessoa capital Paraíbana e 650 km de nossa cidade Fortaleza (CE). Também morei em Patos (PB), Pau dos Ferros (RN), Nova Cruz (RN) União (PI) e Teresina (PI). Também cursei Administração de Empresas e Direito, em virtude de transferências, não terminei essas duas faculdades. Era o meu emprego e o pão de cada dia ou as faculdades.