Desenvolvido por:

(88) 9 9776 7362

© 2016 por "Fortaleza Sempre". Orgulhosamente criado com Go Gestor

DODÔ PODE REESTREAR CONTRA O ATLÉTICO CEARENSE

13 Feb 2019

 

DODÔ PODE REESTREAR CONTRA O ATLÉTICO CEARENSE.

 

O resultado saiu melhor do que a encomenda. Ontem eu havia dito nesse espaço que havia a possibilidade, embora um tanto quanto improvável, do Floresta, em justificando a classificação para a segunda fase, surpreender o Ferroviário pelo menos com um empate. Melhor ainda, venceu.

 

Resposta para essa derrota do Ferrim, de forma racional, não encontramos, isto porque o time vinha de dois bons resultados.  Será que a equipe ainda estava embevecida em razão da boa atuação contra o Corinthians?  

 

Isso são águas passadas, que não movem moinhos e nem voltam para o mesmo curso do rio. O que temos de certo é que o ex-time da Estrada de Ferro, observação que fazemos para trazer à tona para os mais jovens a história da origem do time coral, perdeu uma partida importante e desperdiçou a chance de assumir a liderança desta segunda etapa. Vida que segue.

 

Hoje tem Ceará x Horizonte e não temos o mesmo otimismo com relação à possibilidade do time horizontino pegar o adversário de calças curtas, isto porque é seu freguês de carteirinha. O Ceará é o favorito absoluto e o prenúncio é de goleada. Gostaria de queimar a língua.

 

O nosso rival se vencer por qualquer placar assume a liderança, uma vez que empata em pontos com o Fortaleza, mas passa à frente em saldo de gols, visto que já tem um a mais, 4 contra 3, de modo que o resultado ideal seria um empate, um sonho, mas “um sonho a mais não faz mal”.

 

Não devemos chorar o leite derramado, mas a enxurrada de gols perdidos contra o Barbalha está fazendo falta, sem falar no gol mal anulado pelo Leo Simão e o pênalti não assinalado sobre o Edinho. É a arbitragem cearense, em conta-gotas e de forma velada, decidindo as coisas em favor do nosso rival. Sempre foi assim.

 

O jogo entre Fortaleza e Bahia pela Copa do Nordeste teve uma modificação anunciada pela Confederação Brasileira de Futebol em atendimento à Fox Sports,  que detém os direitos de transmissão. Passou das 18h30m para às 19 horas. Manda quem pode e obedece quem tem juízo.

 

A regularização do Dodô, ocorrida nesta data, foi importante para o técnico Rogério Ceni que, dependendo das condições físicas do jogador, de repente pode utilizá-lo na partida do próximo domingo, contra o Atlético.

 

Uma ótima oportunidade para nós enquanto analistas e para a torcida, diante da perspectiva de termos o resgate do modelo tático do Rogério Ceni, que gosta de um meia flutuando e chegando mais próximos dos atacantes.

 

Por outro lado temos nos deparado com comentaristas que, não sabemos por que cargas d’águas defendem a tese de que o Dodô não é jogador para a Série A, como se pudéssemos classificar os jogadores por divisão.

 

Nesse caso, além de sermos contrários a esse tipo de pensamento, vamos torcer para que o jogador, que conhece todas as nuances do modelo tático do Rogério,   possa, de repente,  contrariar à essas “mães Diná”, passando a ser,  no meio de campo tricolor,  o maestro tão ansiosamente esperado.

 

De repente poderíamos ter um ataque com o Júnior Santos centralizado, que também tem intimidade com essa função, e dois jogadores de velocidade pelas extremas. Ainda contamos com o Pedro Júnior, que não vem jogando, mas que, na minha ótica, será um dos fortes concorrentes à titularidade.

 

E por falar em Pedro Júnior o atleta se recuperou de uma lesão na panturrilha e já se encontra à disposição do treinador, evidentemente que tem que se recondicionar fisicamente para poder pensar em brigar por um lugar no time.

 

Pode ser uma quimera ou uma divagação, mas já pensaram num ataque com Marcinho por um lado e Osvaldo pelo outro e ainda Edinho e Pedro Júnior lutando pela titularidade? Tudo isso faz parte dos meus sonhos e com um nove de ofício para proporcionar ao Ceni mais opções. Tudo é possível.

 

Por hoje c’est fini.

 

 

Please reload

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Instagram Social Icon
POR TRÁS DO BLOG
Advíncula Nobre

Advíncula Nobre, colaborava com o site Razão Tricolor e quando esse encerrou, passei a colaborar com os Leões da Caponga, que também encerrou as atividades, quando então ainda residindo em Guarabira (PB), resolvi criar o site para publicar a Coluna do Nobre, que eu já publicava no Leões da Caponga. Isso aconteceu há cerca de 11 (onze) anos. Sou formado em História pela Universidade Estadual da Paraíba, turma de 1989 e funcionário aposentado do Banco do Brasil. Torço pelo Fortaleza Esporte Clube desde Outubro de 1960 e comecei a frequentar o Estádio Presidente Vargas, na condição de menino pobre na "hora do pobre". O estádio abria 15 minutos antes do término da partida para que os menos favorecidos tivessem acesso. Foi assim que comecei a torcer pelo Fortaleza. Morei em Guarabira (PB) por 27 anos e sempre vinha assistir a jogos do meu time. Guarabira (PB) dista 85 Km de João Pessoa capital Paraíbana e 650 km de nossa cidade Fortaleza (CE). Também morei em Patos (PB), Pau dos Ferros (RN), Nova Cruz (RN) União (PI) e Teresina (PI). Também cursei Administração de Empresas e Direito, em virtude de transferências, não terminei essas duas faculdades. Era o meu emprego e o pão de cada dia ou as faculdades.