Desenvolvido por:

(88) 9 9776 7362

© 2016 por "Fortaleza Sempre". Orgulhosamente criado com Go Gestor

ACREDITAMOS NA FRESTA DA JANELA

13 Apr 2019

 

ACREDITAMOS NA FRESTA DA JANELA

 

Muito se tem especulado sobre os critérios que farão o nosso rival campeão, como se o Fortaleza já fosse carta fora do baralho não tendo, pois, nenhuma chance. O regulamento é favorável ao Time de Porangabuçu em quase todos os quesitos, contudo há uma fresta na janela que pode nos beneficiar.

 

O Fortaleza, por força do Regulamento Específico da Competição – REC, poderá ser campeão, isso boa parte da imprensa não diz, perdendo uma partida e vencendo a outra, desde que tenha maior saldo de gol nos dois confrontos. Está previsto no parágrafo único DO ARTIGO 16  do REC.

 

O nosso rival poderá ser campeão mediante uma vitória e uma derrota, desde que, independentemente do placar, o saldo de gol seja também igual. Perdendo, por exemplo, por 4 x 3, mas vencendo a segunda por 1 x 0 ocorrerá a igualdade em pontos, 3  para cada lado, assim como 1 gol de saldo para ambos.

 

Na hipótese em alusão o Ceará sagrar-se-á campeão em função da melhor campanha e vou abordar muito esse tema em função da grande confusão que está sendo criada por muitos, em torno do assunto, principalmente pela falha na interpretação do regulamento.

 

O Ceará pode ser campeão obtendo resultados iguais, pode, mas essa não é a condição sine-qua-non. O regulamento não fala em momento algum em resultados iguais e sim em igualdade de pontos e de saldo de gols.

 

Isso nos remete à situação do Tricolor, que é a que nos interessa, para estudarmos alguns vieses que podem nos fazer campeões e, seguramente, necessitamos de um time vorazmente ofensivo.

 

Agressividade, no bom sentido,  e eficiência, têm que ser o nosso lema, vez que o nosso rival já entra em campo com a faixa no peito, e se houver movimentação de placar,  ainda poderá ser campeão mediante dois empates, por qualquer placar.

 

De acordo com o dicionário “igual é aquilo que não têm diferença”. 1 x 1 no primeiro jogo e 1 x 1 no segundo são resultados iguais, mas 3 x 2 numa partida e 2 x 1 na outra não são resultados iguais, embora prevaleça a igualdade em pontos e em saldo de gols.

 

A questão de alguns analistas acharem que o Ceni não deverá colocar um time muito ofensivo pergunto: E por que não se o Ceará já adentra em campo como campeão?  Tem que jogar para frente e para fazer o saldo de gol, pois para nós é tudo ou nada: “Ou calça de veludo ou nádegas de fora”.

 

Para resumirmos o Fortaleza será campeão em três situações. 1 - Logicamente vencendo as duas; 2 - somando quatro pontos nos seis em disputa e 3 - vencendo um jogo e perdendo outro, desde que supere o rival no saldo de gols da final, pois no geral o saldo de gols o beneficia.

 

É nisso que o torcedor tricolor acredita e é isso que a Nação Tricolor quer.

 

Pensamento do Dia: "Há dois tipos de pessoas: As que fazem as coisas e as que ficam com os louros. Procure ficar no primeiro grupo: há menos competição lá." (Indira Gandhi, estadista).

 

Por hoje c’est fini.

 

 

 

 

 

uito se tem especulado sobre os critérios que farão o nosso rival campeão, como se o Fortaleza já fosse carta fora

Please reload

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Instagram Social Icon
POR TRÁS DO BLOG
Advíncula Nobre

Advíncula Nobre, colaborava com o site Razão Tricolor e quando esse encerrou, passei a colaborar com os Leões da Caponga, que também encerrou as atividades, quando então ainda residindo em Guarabira (PB), resolvi criar o site para publicar a Coluna do Nobre, que eu já publicava no Leões da Caponga. Isso aconteceu há cerca de 11 (onze) anos. Sou formado em História pela Universidade Estadual da Paraíba, turma de 1989 e funcionário aposentado do Banco do Brasil. Torço pelo Fortaleza Esporte Clube desde Outubro de 1960 e comecei a frequentar o Estádio Presidente Vargas, na condição de menino pobre na "hora do pobre". O estádio abria 15 minutos antes do término da partida para que os menos favorecidos tivessem acesso. Foi assim que comecei a torcer pelo Fortaleza. Morei em Guarabira (PB) por 27 anos e sempre vinha assistir a jogos do meu time. Guarabira (PB) dista 85 Km de João Pessoa capital Paraíbana e 650 km de nossa cidade Fortaleza (CE). Também morei em Patos (PB), Pau dos Ferros (RN), Nova Cruz (RN) União (PI) e Teresina (PI). Também cursei Administração de Empresas e Direito, em virtude de transferências, não terminei essas duas faculdades. Era o meu emprego e o pão de cada dia ou as faculdades.