Desenvolvido por:

(88) 9 9776 7362

© 2016 por "Fortaleza Sempre". Orgulhosamente criado com Go Gestor

TOQUE DE LETRA

12 Jul 2019

 

 

1 – PENSAMENTO DO DIA

Não se abandone. Ninguém vai voltar para te buscar. (Autor desconhecido).

2 – O DIA DE HOJE NA HISTÓRIA DO FEC

12 de julho de 2003 – Fortaleza 3 x 0 Internacional – Série A

3 – TOQUE DE LETRA

Não costumo me elogiar, porque, Cristo, o filho de Deus feito homem, em São João, capítulo 5, versículos 31 e 32, nos ensina que devemos esperar que os outros enalteçam as nossas virtudes:  "Se eu der testemunho de mim mesmo, não é digno de fé o meu testemunho. Há outro que dá testemunho de mim, e sei que é digno de fé o testemunho que dá de mim”. Referia-se evidentemente ao Pai.

Ora dizer que o meu programa é  melhor,  porque somente ele fala a verdade e que os outros são como “tapiocas”, não me parece muito ético. Não sei qual é o sentido exato dessa afirmação, mas deve ser porque a iguaria referenciada tem duas bandas. Esse tipo de autoelogio não tem valor.

Fizesse eu essa afirmação e esse marketing sobre esta coluna não soariam bem, até porque nem de longe tenho o alcance de publicações semelhantes em jornais de grande porte e, com referência ao estilo, deixo a análise para os outros.

O que posso afirmar é que “humildade e caldo de galinha não fazem mal a ninguém”, de modo que no dia em que alguém me fizer um elogio ficarei muito feliz, mas achar que sou o dono da verdade, que sou o bom, que os outros não têm méritos, que não estão com nada, como se diz no popular, jamais farei isso.

Não faço por uma questão de respeito para com quantos têm coragem de escrever e de exporem os seus pontos de vista, sem ofensas morais, especialmente aos profissionais do futebol ou da crônica esportiva, submetendo-se ao julgamento público e sem deslustrar a capacidade dos concorrentes.  Para estes eu tiro o chapéu! 

4 – DESTAQUES

Noticiário sobre os nossos adversários diretos,  nesta rodada:

1 – Corinthians

Aqueles que bombardeiam o Rogério Ceni por todos os lados deveriam ler essa notícia:

Corinthians fez TREINO FECHADO nessa quinta-feira e segue com dois problemas: O volante Ramiro começou o período de transição física e O atacante Gustavo faz trabalho especiais objetivando se recuperar de dores na coxa direita.

2 – Grêmio

Aparentemente o Grêmio não está interessado em vender o Everton. Pode ser verdade e pode ser uma estratégia. Atualmente estão interessados no jogador, mas sem proposta oficial, o Bayern, o Borussia, o Atlético de Madrid e o Napoli.

O entrave fica por conta do preço do jogador, antes da Copa América em torno de 40 milhões de Euros, ou cerca de 169 milhões de reais.  O Grêmio agora quer 50 milhões, ou cerca de 215 milhões de reais.

Se o jogador for vendido são os seguintes os percentuais, ou a fatia de bolo de cada um:

Grêmio:                                 50%

Gilmar Veloz (Empresário): 30%

Celso Rigo (Investidor):      10%

Fortaleza:                             10%.  

3 – Athlético (PR)

O zagueiro Pedro Henrique, emprestado pelo Corinthians pode estrear na partida contra o Internacional no domingo, em substituição a Lucas Halter, que se contundiu na partida contra o Flamengo. Disputa a vaga com Robson Bambu.

4 – Ceará

Juninho Quixadá pode voltar contra o Fluminense. O time de Porangabuçu, mais uma vez se alia ao Fortaleza na “Campanha Placar do Bem”, do Instituto Pró-Emoce (IPH). Ao final do Brasileirão as doações serão contabilizadas para apurar quem doou mais. Vamos Aderir Nação Tricolor, pois não devemos perder para o nosso rival nem em jogo de castanha!

5 – Fortaleza

Arbitragem para Fortaleza x Avaí

Castelão – Sábado – 17 horas.

Árbitro:     Thiago Duarte Peixoto     AB SP

Assistente 1:  Emerson Augusto de Carvalho FIFA  SP

Assistente 2:  Marcelo Carvalho Van Gasse FIFA     SP

Quarto Árbitro:     César Magalhães  AB CE

Analista: Paulo Silvio dos Santos CBF     CE

Árbitro de Vídeo:Jose Claudio Rocha Filho AB SP

Assistente 1 - VAR: Adriano de Assis Miranda CD   SP

Assistente VAR 2: Fabricio Porfirio de Moura   AB   SP

Observador de VAR: Sergio Cristiano Nascimento

6 – Vasco

Cena hilária e de provocar risos no Vasco. O sócio André Lopes filmava o treino foi dedurado pelo auxiliar técnico, porém o  mal-entendido foi desfeito, ao verificarem que se tratava de um torcedor. Mesmo assim o  Luxemburgo comentou: -  Era só o que faltava, um X-9 aqui! Pergunta-se:  O que o cidadão espionava mesmo? O episódio me dar frouxos de riso! Claro que estou apenas brincando com os vascaínos!

7 – Fluminense

Foi paga a folha do mês de maio a jogadores e funcionários, amainando um pouco mais o problema salarial. A diretoria, que assumiu apenas há um mês e pegou o clube na bancarrota, já havia pago também o mês de abril.

8 – Chapecoense

Com problemas financeiros a Chape renegociou o direito de imagem devido aos atletas, em 11 parcelas. Antes a negociação havia sido feita em 8.

Vejamos um exemplo de como ficará um direito de imagem de R$. 80.000,00:

Antes – 8 parcelas de R$. 10.000,00

Renegociação – 11 parcelas de R$. 7.272,73.

9 – Cruzeiro

Pela Copa do Brasil, quartas de final, o Cruzeiro, mergulhado em uma crise financeira sem precedentes na sua história, que vem se refletindo dentro de campo, não tomou conhecimento do hiper- rival Atlético (MG) e lhe aplicou uma goleada de 3 x 0. Pedro Rocha, com uma excelente atuação   foi o grande nome do jogo.

 

À demain, si Dieu le veut!

 

Please reload

  • Facebook Social Icon
  • Twitter Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Instagram Social Icon
POR TRÁS DO BLOG
Advíncula Nobre

Advíncula Nobre, colaborava com o site Razão Tricolor e quando esse encerrou, passei a colaborar com os Leões da Caponga, que também encerrou as atividades, quando então ainda residindo em Guarabira (PB), resolvi criar o site para publicar a Coluna do Nobre, que eu já publicava no Leões da Caponga. Isso aconteceu há cerca de 11 (onze) anos. Sou formado em História pela Universidade Estadual da Paraíba, turma de 1989 e funcionário aposentado do Banco do Brasil. Torço pelo Fortaleza Esporte Clube desde Outubro de 1960 e comecei a frequentar o Estádio Presidente Vargas, na condição de menino pobre na "hora do pobre". O estádio abria 15 minutos antes do término da partida para que os menos favorecidos tivessem acesso. Foi assim que comecei a torcer pelo Fortaleza. Morei em Guarabira (PB) por 27 anos e sempre vinha assistir a jogos do meu time. Guarabira (PB) dista 85 Km de João Pessoa capital Paraíbana e 650 km de nossa cidade Fortaleza (CE). Também morei em Patos (PB), Pau dos Ferros (RN), Nova Cruz (RN) União (PI) e Teresina (PI). Também cursei Administração de Empresas e Direito, em virtude de transferências, não terminei essas duas faculdades. Era o meu emprego e o pão de cada dia ou as faculdades.